No último sábado (6), o presidente do São Paulo Júlio Casares confirmou a contratação de Miranda em entrevista aos canais Sportv/Premiere antes do clássico San-São iniciar.

O defensor de 36 anos ainda não foi anunciado pelo Clube, mas chegou a São Paulo nesta quinta-feira (11) e aguarda o exame de Covid-19 sair negativo para realizar os testes físicos e exames médicos para enfim, ser anunciado pelo Tricolor.

Mesmo que tudo ocorra logo, o jogador ainda não terá o contato com a equipe de Hernán Crespo. Isso porque o futebol paulista passa por um momento de uma nova paralisação. Outro porém, nesta sexta-feira (12), a equipe viajará para o interior paulista onde enfrentará o Novorizontino, às 16h30 pela quarta rodada do Paulistão.

Mesmo que o outro reforço, Orejuela, tenha sido anunciado nesta quinta-feira, a expectativa do Clube, se tudo ocorrer certo, é anunciar o zagueiro na semana que vem e logo após, apresentar os dois jogadores juntos.

Miranda acertou um contrato com o São Paulo de um ano e oito meses, com salário fixo e bônus por partidas disputadas.

O zagueiro está sem atuar desde novembro, quando foi campeão da Superliga Chinesa com o Jiangsu Suning. Chegou em 2019 no clube chinês, atuando em 29 jogos, marcando dois gols.

O jogador foi Tricampeão Brasileiro com o São Paulo em 2006, 2007 e 2008 sob o comando técnico de Muricy Ramalho, atual coordenador de futebol do Tricolor. Após 10 temporadas, o defensor retorna ao futebol brasileiro para novamente atuar pelo São Paulo.

Ao todo, Miranda disputou 230 partidas com a camisa Tricolor e marcou 10 gols.

Além de Orejuela e Bruno Rodrigues, Miranda é mais uma contratação neste início de temporada. Retornando ao Clube que possui muita identidade, o jogador busca viver mais uma temporada vitoriosa sob o comando técnico do argentino Hernán Crespo.

Esporte News Mundo