Artilheiro do Campeonato Brasileiro, Luciano comentou nesta sexta-feira sobre a campanha do São Paulo, que chegou a ter folga na liderança, mas caiu de produção e encerrou o torneio no quarto lugar.

Em entrevista à Espn, o camisa 11 apontou que é difícil explicar a queda de produção do Tricolor, mas ressaltou que é momento de se concentrar na temporada de 2021.

“Essa parte (por que o time caiu tanto de rendimento) eu não sei explicar. A gente sempre trabalhou bastante, sempre treinou bastante. Vejo que faltou um pouco de tranquilidade para a gente poder assimilar essa fase ruim que estava passando. Agora já acabou, já foi. É pensar na próxima temporada, que se inicia já no domingo”, afirmou.

Ainda que os objetivos coletivos não tenham sido conquistados, Luciano teve destaque no Brasileirão, ficando na seleção do Bola de Prata. De acordo com o atleta, um dos responsáveis por sua fase positiva é o técnico Fernando Diniz.

“O Fernando Diniz me passa uma confiança muito grande. Todo atleta tem que ter essa confiança do treinador. Ele sabe como eu gosto de jogar e me deixa à vontade. No Grêmio, faltou um pouco disso. O Grêmio é um clube muito grande também, fico feliz e grato de ter jogado lá, mas faltou um pouco de confiança para eu mostrar o que sei de verdade”, explicou.

Diniz, no entanto, não é mais técnico do São Paulo. Agora, o comandante é o argentino Hernán Crespo, que agradou Luciano nos primeiros contatos.

“O Crespo chegou com muita vontade de treinar a gente, e isso é muito bom. A expectativa é que seja uma passagem vitoriosa para ele. Ele ganhando, a gente também está ganhando, e vice-versa”, concluiu.

Gazeta Esportiva