Desde a virada de ano, o São Paulo parece ter perdido o encanto. O time comandado por Fernando Diniz é quem mais sofreu gols na Série A em 2021 e amarga uma sequência de cinco jogos sem vitória na competição, seis no geral, a maior da “Era Diniz”.

Em cinco jogos, o Tricolor sofreu 12 gols, muitos deles por falhas individuais próximas ao próprio gol. Foram dois empates e três derrotas acumuladas neste período, incluindo duas goleadas, uma para o Red Bull Bragantino, por 4 a 2, e outra para o Internacional, por 5 a 1, em pleno Morumbi.

A última vitória são-paulina foi em 26 de dezembro de 2021, contra o Fluminense, no Maracanã, com Brenner marcando os dois gols da equipe. De lá para cá, a eliminação na semifinal da Copa do Brasil abalou o elenco, que passou de melhor defesa do Brasileirão para a sexta menos vazada.

Quatro pontos atrás do líder Internacional, o São Paulo segue com chances matemáticas de ser heptacampeão brasileiro, mas está desmoralizado pelos tropeços recentes. Justamente por isso, o duelo com o Atlético-GO, no próximo domingo, em Goiânia, ganhou um caráter ainda mais decisivo para o Tricolor, extremamente pressionado.

Com o futuro de Fernando Diniz no clube em aberto, o time terá uma semana livre para detectar o que está falando para voltar a vencer e se redimir com a torcida. Faltando seis jogos para o fim do Brasileiro, há muito ainda para acontecer, mas os bastidores turbulentos tornam a missão do São Paulo ainda mais difícil neste fim de temporada.

Gazeta Esportiva