São Paulo tem um jogo-chave na briga pelo título brasileiro neste domingo, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 30ª rodada da competição. Com apenas três pontos à frente do segundo colocado, o Internacional, o Tricolor precisa urgentemente da vitória para não só seguir dependendo apenas de si na busca pelo heptacampeonato, mas também para evitar a maior sequência de derrotas da “Era Diniz”.

Desde que Fernando Diniz assumiu o comando da equipe, em setembro de 2019, o São Paulo jamais perdeu mais de dois jogos consecutivos. Esse é o atual número de derrotas da equipe, que acabou sendo goleada pelo Red Bull Bragantino, por 4 a 2, e derrotada pelo time reserva do Santos, em pleno Morumbi, por 1 a 0.

O São Paulo já havia perdido dois jogos consecutivos sob o comando do atual treinador em novembro de 2019, quando perdeu para Fluminense e Athletico-PR no Morumbi, e em março de 2020, quando acabou superado pelo Binacional, no Peru, e Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

Tendo pela frente a reta final do Campeonato Brasileiro com boas chances de ser campeão, o São Paulo terá muita coisa em jogo contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada. Para essa partida, a tendência é que Tchê Tchê substitua Luciano, que ainda não se recuperou completamente de uma inflamação na perna esquerda.

Neste domingo, Athletico-PR e São Paulo travam o confronto da equipe que não sofre gols há quatro partidas e do time dono do melhor ataque da competição, com 49 gols. Resta saber se mesmo sem uma de suas principais armas ofensivas, Luciano, o Tricolor conseguirá acabar com a grande fase defensiva do Furacão.

Gazeta Esportiva