Fernando Diniz não mudou a forma de treinar o São Paulo após a eliminação para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil. O técnico e os jogadores mantiveram a linha de trabalho adotada na temporada para reforçar a preparação que visa o restante do Campeonato Brasileiro. A caminhada será retomada com o jogo de hoje (6), contra o Red Bull Bragantino, às 21h30, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 28ª rodada.

A comissão técnica não detectou oscilações anímicas de um grupo que ocupa a liderança da competição, com sete pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG e o terceiro colocado, Flamengo. Diniz se reúne constantemente com os seus comandados a fim de ajustar o emocional da equipe. É um comportamento corriqueiro em sua rotina no CT da Barra Funda, mesmo em momentos de euforia dentro do vestiário. Ele costuma se encontrar com o grupo para conversas mais longas desde a sua contratação, em setembro de 2019.

Em que pese a manutenção desse estilo, as conversas entre elenco e Fernando Diniz variam conforme as necessidades. O treinador costuma dar atenção a jogadores que apresentem maior carência no cotidiano. Ele, inclusive, evita abordagens táticas nos papos que precedem as atividades. A intenção de Fernando Diniz é reservar um período antes dos trabalhos com o intuito de trabalhar a questão emocional do elenco. Nos quatro dias de atividades entre a queda para o Grêmio e o jogo de hoje, foi esse o foco principal do técnico, e a reação monitorada foi considerada positiva.

Hoje, o time entra em campo no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), e coloca à prova o trabalho interno feito por Diniz.

UOL