Casares concedeu sua primeira entrevista coletiva a frente do cargo. No Estádio do Morumbi, Julio recebeu jornalistas através do Zoom e conversou sobre Diniz, Muricy e o futuro do treinador:

“Não tenha dúvida, eu até declarei que o Diniz é o nosso técnico, esperamos longevidade. Todas as questões contratuais estão sendo analisadas. Tem multas e multas, mas temos que analisar. De novo, a gente nunca pode fechar os olhos para o mercado. O que o São Paulo precisa na área técnica é que tenha uma filosofia de jogo. Hoje tem com o Diniz, não tem sentido mudar para um técnico que tem outra ideia de jogo, precisamos ter uma identidade, talvez até na base. O técnico não é eterno, um dia pode ir embora, mas se a filosofia foi adotada, pode ser trabalhada da base. Isso é muito importante. O Diniz continuará independente de resultados, é um cara trabalhador, sério, que certamente, junto com o Muricy, terá seu trabalho aperfeiçoado.”

saopaulo.blog