Até fevereiro de 2021, o São Paulo vai se dedicar exclusivamente ao Campeonato Brasileiro. Líder da competição com 56 pontos conquistados em 27 rodadas disputadas, o Tricolor terá em janeiro majoritariamente adversários que estão na parte de baixo da tabela de classificação. A sequência, no entanto, complicou o técnico Fernando Diniz no primeiro turno.

O pior momento do Tricolor no atual Brasileirão aconteceu entre setembro e outubro de 2020, período em que ficou quatro partidas sem vencer. Todos os confrontos terminaram empatados, mas a maioria teve um gosto amargo para o torcedor.

A primeira partida do São Paulo em 2021 será contra o Red Bull Bragantino, no dia 6, no Nabi Abi Chedid. O adversário foi justamente quem iniciou a sequência ruim no primeiro turno. Pela 9ª rodada da competição nacional, a equipe do interior saiu do Morumbi inconformada com o empate em 1 a 1. Além de ter inaugurado o marcador com Raul, o Massa Bruta perdeu dois pênaltis, um com Claudinho e outro com Artur, e presenteou o adversário com o gol do empate em uma falha do goleiro Cleiton, aproveitada por Luciano.

Em seguida, o Tricolor vai ter pela frente o clássico contra o Santos. O duelo contra o rival foi a melhor atuação do Tricolor durante o período em que ficou sem triunfar, mas causou revolta pela forma com que terminou. Na Vila Belmiro, Gabriel Sara abriu o placar, Madson empatou, e Sara deixou o clube do Morumbi novamente em vantagem, ainda no primeiro tempo. No fim da segunda etapa, no entanto, o goleiro Volpi falhou e permitiu que Marinho deixasse o confronto em 2 a 2 após cobrança de falta de longa distância.

Já o terceiro compromisso do São Paulo em 2021 será diante do Athletico-PR. No primeiro turno, no entanto, o jogo foi adiantado, e o time de Diniz enfrentou o Internacional, no Beira-Rio, após o empate com o Santos. Na ocasião, o Colorado abriu o placar com Thiago Galhardo, mas Luciano deixou tudo igual rapidamente. Durante grande parte do segundo tempo, os donos da casa jogaram com um a menos, por conta da expulsão de Zé Gabriel. Mesmo em vantagem numérica durante mais de 30 minutos, o Tricolor não foi capaz de tirar o 1 a 1 do placar.

A última partida da sequência negativa foi diante do Coritiba, então lanterna do Campeonato Brasileiro. No Couto Pereira, o São Paulo teve uma de suas piores atuações em 2020, sofrendo logo de cara um golaço de falta de Robson. Depois de muito insistir, a equipe paulista empatou com Reinaldo, em cobrança de pênalti.

O empate com o Coxa marcou o pior momento de Fernando Diniz no comando do time do Morumbi. Entre os quatro confrontos pelo Brasileirão, o São Paulo ainda empatou com o River Plate em casa, foi derrotado na Argentina e quase goleado pela LDU, do Equador, em Quito, duelos que determinaram a eliminação precoce na Libertadores. Com os sete jogos sem vitória, o técnico balançou no cargo e precisava de um bom resultado para não ser demitido.

O fim da pior sequência tricolor na temporada ocorreu contra o Atlético-GO, que será o último adversário do São Paulo no primeiro mês de 2021. Na 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, Diniz fez alterações importantes na equipe, colocando Brenner, Luan e Bruno Alves entre os titulares. e saiu do Morumbi com uma vitória por 3 a 0. O triunfo permitiu que o treinador continuasse no comando e iniciou a retomada do time na competição.

Confira todos os jogos do São Paulo programados para o mês de janeiro:

6 de janeiro, quarta-feira: Red Bull Bragantino x São Paulo – 28ª rodada do Campeonato Brasileiro

10 de janeiro, domingo: São Paulo x Santos – 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

17 de janeiro, domingo: Athletico-PR x São Paulo – 30ª rodada do Campeonato Brasileiro

20 de janeiro, quarta-feira: São Paulo x Internacional – 31ª rodada do Campeonato Brasileiro

23 de janeiro, sábado: São Paulo x Coritiba – 32ª rodada do Campeonato Brasileiro

31 de janeiro, domingo: Atlético-GO x São Paulo – 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

Gazeta Esportiva