A reclamação sobre a postura da equipe do São Paulo em relação à arbitragem marcou uma das respostas do centroavante Diego Souza, que concedeu coletiva virtual de imprensa ao longo da manhã desta terça-feira, dia 29.

Nesta quarta, a partir das 21h30, o Grêmio faz o embate fora de casa no Morumbi visando a vaga na grande final da Copa do Brasil. Veja as principais falas do atacante:

Postura do São Paulo:

“É uma decisão, não dá para esperar menos. Os nervos ficam à flor da pele e é preciso ter atenção total. A equipe do São Paulo pressiona a arbitragem o tempo inteiro, muito chata dentro de campo e a gente tem que estar ligado no jogo. Se deixar, eles acabam apitando o jogo. Isso é notório, a gente vê nos jogos e temos que estar ligados nisso”

Qualidade do adversário:

“A gente jogou com o São Paulo duas vezes esse ano e é uma equipe muito qualificada. Temos que ter a mesma postura. Marcação, ter personalidade para jogar e incomodar o São Paulo também. Eles procuram sufocar o adversário com aquele toque de bola, muita gente no campo ofensivo. E se aceitar isso, pode pagar preço muito caro. Temos que ter a mesma postura do mesmo jogo, com marcação forte e agredir o São Paulo quando tiver a bola”

Elenco acostumado com decisões:

“O grupo já convive com este ambiente de decisão, e com o Renato, há mais tempo que eu. Eu sou um felizardo de estar podendo participar. Com o Renato, um cara super paizão, multicampeão, a gente é feliz de ele estar do nosso lado”

Futuro da carreira:

“O meu planejamento é jogar mais este ano que vai vir. Estar disputando as melhores competições e conquistar títulos. Encerrar a carreira e dar sequência na vida como um cidadão normal. Mas não que isso possa mudar. Mas de início, o planejamento é esse”

Torcida gremista:

“A gente sabe que quando entra em campo, representa milhões de torcedores. A gente sabe que, onde tiver um gremista no mundo, vai estar torcendo, e sabe do que a gente representa. Tem que lutar, ter a vontade que a gente costuma ter, para sair honrado”

Artilharia:

“A fase de artilheiro é a função que estou exercendo no Grêmio. Eu jogo em uma das melhores equipes do país. Meus companheiros têm me ajudado muito. O Renato e eles me dão do bom e do melhor para eu ser feliz, e eu tenho sido feliz, as coisas têm acontecido”

Gremistas.net