O São Paulo tem média etária relativamente baixa para o futebol brasileiro. O índice do elenco é de 25,9 anos e está acima somente de Red Bull Bragantino, Santos, Goiás, Botafogo, Flamengo e Atlético-GO na elite do futebol nacional. A maturidade do plantel, contudo, é justamente o que agrada Fernando Diniz. Com elenco em vantagem na liderança do Brasileirão — são sete pontos à frente de Atlético-MG e Flamengo na classificação —, o treinador vê o equilíbrio do grupo de atletas como fator preponderante para o atual momento e a confiança na busca por títulos na temporada.

“A gente não se apega à vantagem [de sete pontos para Atlético-MG e Flamengo]. O que me dá segurança é o time estar cada vez mais maduro, encarando cada jogo como uma decisão, porque o Campeonato Brasileiro é muito difícil e tem muitas rodadas pela frente ainda”, afirmou Fernando Diniz. A força do elenco, que lidera o Brasileirão e disputa a semifinal da Copa do Brasil contra o Grêmio na próxima quarta-feira (30), é também enaltecida por Fernando Diniz. O técnico exalta a reação do grupo em meio à pressão externa por resultados após as quedas na fase de grupos da Libertadores e nas quartas de final do Paulistão.

“O grande salto foi a construção nos momentos difíceis, foi um time que se mostrou muito resiliente. As porradas que sofremos não nos deixaram da mesma forma. Elas vieram e deixaram a gente diferente. É um time que colhe o que está merecendo”, completou.

UOL