Françoaldo Sena de Souza, mais conhecido como França, concedeu entrevista exclusiva ao narrador Nilson Cesar, do Grupo Jovem Pan, e falou sobre a possibilidade do São Paulo sair da “seca” de oito anos sem levantar um troféu. Quinto maior artilheiro da história do Tricolor paulista, o ex-atacante também analisou o trabalho do treinador Fernando Diniz, que passou do status de criticado pela torcida para amado por muitos são-paulinos após a boa sequência na temporada — a equipe lidera o Campeonato Brasileiro e está na semifinal da Copa do Brasil. “O São Paulo vem enfrentando esse jejum já há oito anos sem títulos, o que é muito raro para nós são-paulinos, que estávamos acostumados a ver o time ser campeão. Mas, depois de muito tempo, o São Paulo nunca esteve tão perto de ser campeão, apesar de ser cedo para afirmar isso. Vai enfrentar na semifinal da Copa do Brasil um time muito experiente, que não vai ser fácil. No Brasileiro, tem Flamengo e Atlético-MG, que são fortes candidatos também”, disse França durante o programa Seleção JP.

“Então, não vai ser fácil. Mas acredito, sim. O trabalho do Diniz evoluiu bastante, principalmente na parte defensiva. No ataque, que é a peça mais importante no futebol, Brenner e Luciano começaram a marcar, fazendo com que a equipe melhorasse de produção. Acredito que tem totais condições de ser campeão”, completou o ex-jogador, que marcou 182 gols com a camisa do São Paulo e participou das conquistas da Copa Master Conmebol (1996), do Paulistão (1998 e 2000), do Rio-São Paulo (2001) e também do Supercampeonato Paulista (2002).

Joven Pan