Nesta segunda-feira, Julio Casares, presidente eleito do São Paulo no último sábado, e Muricy Ramalho, futuro coordenador de futebol do clube, falaram sobre o planejamento de uma despedida para Luis Fabiano e até da possibilidade de contar com ele no elenco em 2021.

Em entrevista ao programa Encontro de Craques, do Bandsports, ambos explicaram que o clube irá abrir as portas do Reffis para o ídolo tricolor se recondicionar fisicamente. A decisão entre o retorno ser apenas um jogo de despedida ou uma sequência de jogos no time comandado por Fernando Diniz dependerá da condição física, como o próprio centroavante já explicou.

“O que eu conversei com o Luis Fabiano é o seguinte: ele poderá usar o Reffis para recondicionamento, para que ele tenha uma grande condição, e nós fazermos uma grande despedida. O Luis Fabiano merece uma grande despedida. Jogar profissionalmente é uma condição técnica e eu não dou palpite nessas coisas. Mas ele merece uma grande despedida. Para fazer uma grande despedida, ele precisa se recondicionar no Reffis, e é o mínimo que a gente tem que oferecer para ele. Que é um grande valor, um grande cara”, disse Casares.

Já Muricy Ramalho opinou se Luis Fabiano tem condições de atuar em alto nível, caso seja contratado para disputar algum último campeonato pelo Tricolor. Contudo, o ex-treinador, que também citou Kaká na resposta, salientou que a decisão passará por Fernando Diniz.

“A quilometragem hoje e a intensidade é difícil. São jogadores que com certeza vão pensar como sempre pensaram. Mas hoje a velocidade, a intensidade é muito complicada para jogar. Mas com certeza, o Luis Fabiano pode fazer uma despedida, porque a torcida adora ele. O Kaká vai nos ajudar muito. Além da credibilidade, é um cara que conhece, jogou fora do país. Um cara do bem. Cara que mostra para os jogadores o caráter. Precisamos trazer essas pessoas para perto do São Paulo. Mas jogar é complicado.”

“Quem decide as coisas no futebol da Barra Funda é o Fernando Diniz. Posso perguntar para ele se quer o Luis Fabiano. Se ele quiser, a gente vai falar com o presidente para ver se tem a possibilidade de contratar. Mas quem decide não sou eu. Quem decide é o Fernando Diniz”, declarou.

Aos 40 anos, Luis Fabiano não entra em campo desde novembro de 2017, quando participou de 45 minutos do empate por 1 a 1 entre Vasco e Vitória, no Maracanã. Desde então, o jogador sofreu com uma série de lesões e problemas físicos que o afastaram dos gramados.

Gazeta Esportiva

Luis Fabiano estará novamente a disposição diante do Coritiba