Jogo contra o Atlético-MG vai ser muito diferente taticamente em relação ao confronto com o Corinthians?

“Não dá para saber. Como perspectiva do São Paulo, talvez seja diferente. Pode ser um time que marque a gente lá na frente, mas também pode ser que não. É difícil a gente identificar. Temos que estar preparados para as duas situações. No futebol tem sempre o mérito do adversário e os erros que você comete. Não é nunca uma coisa só e outra. Temos que procurar corrigir aquilo que a gente pode corrigir. Hoje, nós temos algumas coisas que podemos corrigir. Hoje, talvez o principal tenha sido a agressividade para poder atacar e o ritmo dos movimentos. Estávamos em um nível abaixo da nossa rotina”

UOL