O Campeonato Brasileiro já tem times com 24 partidas disputadas, entrando no terço final da competição, mas o São Paulo, hoje (9), vai precisar voltar no tempo. O time de Fernando Diniz vai a campo, às 21h30 (horário de Brasília), não só para formalmente completar seu primeiro turno, como também para buscar o título simbólico desta etapa.

No Morumbi, o Tricolor recebe o Botafogo em partida adiada, válida pela 18ª rodada. Se vencer, a equipe ultrapassa Flamengo e Internacional nos pontos conquistados pela primeira metade da competição (veja como está a classificação abaixo). O Tricolor repetiria, desta forma, as temporadas de 2006, 2007 e 2018, quando fechou o turno com a melhor campanha.

Agora, pensando na disputa pelo título que vale, ao final de 38 jornadas, o duelo com o time carioca vai colocar o São Paulo em igualdade de partidas com o atual vice-líder, o Atlético-MG — ambos com 24 jogos. Caso vença, porém, vai abrir sete pontos de vantagem para a equipe de Belo Horizonte. Por outro lado, passaria a ter um jogo a mais que o Flamengo, atual terceiro colocado, que teve compromisso com o Grêmio, pela 23ª rodada, postergado. Hoje, o Fla está a cinco pontos de distância.

Historicamente, desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado no formato de pontos corridos, em 2003, o campeão do primeiro turno costuma terminar a temporada com o título nacional. As exceções foram as temporadas de 2008, 2009, 2012 e 2018, quando Grêmio, Internacional, Atlético-MG e o próprio São Paulo, respectivamente, deixaram a taça escapar na segunda metade do torneio.

Para enfrentar o Botafogo, o Tricolor não terá Daniel Alves, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Como os exames para Covid-19 apresentaram resultados negativos para todo o elenco, Fernando Diniz terá uma equipe quase completa. A provável escalação tem Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê (Hernanes, Vitor Bueno ou Rodrigo Nestor), Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Luciano.

UOL