Cerca de um ano depois, a polêmica foto com a camisa do Palmeiras “ainda marca” Arboleda, zagueiro do São Paulo. Em entrevista ao “Bola da Vez”, programa da ESPN exibido hoje, o equatoriano detalhou o sofrimento por conta do episódio, assim como a pressão no primeiro jogo contra o Alviverde, este ano, pelo Campeonato Paulista.

Em dezembro de 2019, um amigo de Arboleda compartilhou nas redes sociais uma foto do defensor vestindo a camisa do rival paulista. Na ocasião, o equatoriano explicou que havia perdido uma aposta.

“Por mais que tenha pedido desculpas, os torcedores ainda lembram. Me afetou muito. Passei dois ou três meses muito mal, arrependido para caramba. Eu estava numa fase que a torcida gostava muito de mim, e acho que ainda gosta, mas esse erro me marcou muito”, afirmou Arboleda.

“Por mais que tenha sido uma brincadeira, uma aposta que eu perdi. Não foi porque eu torço para o Palmeiras. Chorei muito. Me marcou muito, e ainda me marca. Eu não fiz porque queria brigar com o torcedor ou sair do São Paulo, foi só uma aposta. Fui inocente, uma inocência minha. Peço desculpas novamente a todos os torcedores, à diretoria, a todos os são-paulinos. Me arrependo”, completou.

O zagueiro ainda recordou a pressão no primeiro jogo contra o Palmeiras, em janeiro de 2020, pelo Campeonato Paulista. O confronto, em Araraquara (SP), terminou empatado em 0 a 0. “Foi muito difícil. Não desejaria para nenhum outro jogador. Não podia cometer um erro. Se cometesse, tava fud***”, resumiu.

UOL