Aconselhado a desistir, Natel resolveu prosseguir na disputa eleitoral. Uma decisão insana e que transformará em cinzas uma já combalida força interna que se encostava em forças maiores como sempre foi na Era Gouvea, JJ, Aidar e agora Leco.

Sozinho, ele achou que era forte e tinha força. Virou exemplo do que não ser e do que não fazer em campanha. Tomou um massacre de 73 a 27.

Antes, 8×2 nos Vitalícios.

Hoje, podemos apostar em algo avassalador e humilhante politicamente no pleito presidencial.

Natel, que citou Hemingway, deveria ler Stephen King na verdade, À Espera de um Milagre. Sua morte política está próxima e o enterro contará com outros como Newton do Chapéu, De Rey, Sylvio, MAC e alguns outros.

É um masoquismo sem tamanho mas que seja feita vossa vontade. Nas urnas, será mais uma eleição de se tirar o chapéu e como foi muito repetido: A verdade vos libertará.

Não à toa, as urnas exemplificaram o que é um lado e o que é outro.

Faltam poucos dias para queimar essas cinzas e não restar nada.

É aquilo, o jogo não acabou, mas o placar já marca um vexame histórico, humilhante e irreversível.

saopaulo.blog

Confira abaixo a nota oficial de Roberto Natel na íntegra:

São-paulinos (as), Desde 2001 sou um homem de batalhas no SPFC. Cada uma com um perfil, uma dinâmica, uma história e, claro, um aprendizado. Nesta campanha para o conselho deliberativo, não foi diferente, aprendi muito e isso fica de legado para próximos desafios.

 Queria agradecer a todos envolvidos: aos meus familiares, que tanto me ajudaram e torceram por mim. Aos meus amigos que, mesmo em momentos difíceis, me sacudiram fazendo seguir adiante. Aos meus companheiros do “Resgate Tricolor” que sempre acreditaram em nossos ideais e que eles seriam a força catalisadora para uma vitória de quem exige mudanças significativas.

E, ainda, para todos os meus colaboradores que me ajudaram a construir uma proposta direcionada aos nossos ideais de transparência, honestidade, lisura e comprometimento.

 Sigo meu papel de questionador, ativista das causas honestas e transparentes, para o bem de nosso maior amor: O TRICOLOR !

Após o pleito de sábado, estamos em desvantagem para a eleição de presidente, reconheço, mas em respeito aos 27 conselheiros eleitos, e aqueles que não conseguiram, seguimos adiante, sabendo das dificuldades, mas seguimos.

Após a eleição, recebi uma mensagem de incentivo de um sócio. O diálogo de Ernest Hemingway, escritor e pensador norte-americano, ganhador do Nobel de Literatura em 1954, é inspirador e repasso a todos:

“- Quem está nas trincheiras, ao teu lado?

 – E isso importa?

– Sim, mais do que a própria guerra!”

Portanto, acima de tudo, sei que fiz novos amigos e fortaleci velhas amizades. Isso me encoraja a seguir adiante, de cabeça erguida, pronto pra próxima.

Muito obrigado, mais uma vez, a todos que acreditam em nosso projeto. Os primeiros 45 minutos se passaram, mas ainda faltam o segundo tempo, a prorrogação e os pênaltis.

O jogo não acabou…

 Roberto Natel 30/11/2020

Roberto Natel