Candidato à presidência do São PauloJulio Casares já conversou duas vezes com o zagueiro Miranda por telefone, deixou claro que “conta com ele a qualquer custo” para 2021 e lhe fez até um pedido: que tentasse a rescisão antecipada com o Jiangsu Suning, da China.

Isto porque Casares, que terá Roberto Natel como rival na eleição de dezembro, gostaria, caso eleito, de ter o atleta de 36 anos já em março, quando a próxima temporada do futebol nacional terá inicio e a janela de transferências será aberta.

As informações são do jornalista da ESPN Brasil Jorge Nicola em seu canal no YouTube.

Mas Miranda já deixou claro ao candidato que esta possibilidade está praticamente descartada, uma vez que a agremiação chinesa gostaria, inclusive, de renovar seu vínculo, que vai até 26 de julho do próximo ano – explica-se: ele é titular absoluto do time que acabou de ser campeão nacional pela primeira vez na história.

Casares entrou em contato com o zagueiro, tricampeão brasileiro com o São Paulo em 2006, 2007 e 2008 e com passagens, entre outros clubes, por Atlético de Madrid e Inter de Milão, após ler uma notícia de que ele considerava a possibilidade de ir direto para o Coritiba, seu clube de formação, ao deixar o futebol chinês.

O candidato, então, fez os dois contatos e em um deles disse ao atleta que sem problema algum ele querer se aposentar no time paranaense, desde que antes retorne ao São Paulo.

“Sou profissional”

Miranda foi o convidado do programa Bola da Vez, da ESPN Brasil, no último dia 21 e falou abertamente sobre o que espera para seu futuro ao deixar o futebol chinês.

Ele, que já chegou a ser sondado por pessoas ligadas a Flamengo e Palmeiras, deixou claro que considerará todas as propostas que surgirem (assista ao vídeo no topo desta matéria), não apenas de São Paulo e Coritiba, e que até aquele momento nenhuma oferta oficial tinha sido feita por qualquer clube brasileiro.

“Nos últimos dias eu recebi muitas mensagens de torcedores do São Paulo, eu tenho muito carinho pelos torcedores do São Paulo, mas eu tenho que deixar claro que sou um profissional, se chegar o momento de decidir por um retorno e o São Paulo não tiver um interesse, eu não posso encerrar a minha carreira esperando o São Paulo”, disse.

ESPN