São Paulo realizou nesta terça-feira o último treino para o duelo decisivo com o Flamengo, marcado para quarta, às 21h30 (de Brasília), no estádio do Morumbi, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Depois de todos os jogadores do elenco testarem negativo para covid-19, o técnico Fernando Diniz comandou a derradeira atividade para promover ajustes de olho no Flamengo. Contando com força máxima, com exceção dos atletas que já estavam lesionados, o Tricolor terá a missão de evitar uma nova queda em mata-mata.

Tchê Tchê, que vinha sendo desfalque nos últimos jogos por ter sido contaminado pelo novo coronavírus, voltou a treinar com o elenco na última segunda-feira após o período de isolamento social e reforça o elenco são-paulino. A grande dúvida é se Juanfran será mantido na lateral direita ou se o técnico Fernando Diniz voltará com o volante improvisado no setor. Luan, que cumpriu suspensão no fim de semana, pelo Brasileirão, também volta à equipe.

Depois de vencer o jogo de ida por 2 a 1, no Maracanã, o São Paulo precisa apenas de um empate para avançar à semifinal da Copa do Brasil. Em caso de vitória do Flamengo por um gol de diferença, a decisão irá para os pênaltis. Um triunfo do Flamengo por dois ou mais gols classifica os cariocas.

A provável escalação para a partida desta quarta-feira é composta por Tiago Volpi; Juanfran (Tchê Tchê), Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Luciano.

Gazeta Esportiva