O técnico Fernando Diniz comandou na manhã desta sexta-feira o último dos dois treinamentos que o São Paulo realizou no Rio de Janeiro após a vitória sobre o Flamengo pela Copa do Brasil. Usando as instalações das Laranjeiras, local que serviu por muito tempo como CT do Fluminense, o Tricolor realizou os últimos ajustes para encarar o Fortaleza, pelo Brasileirão.

Após a atividade no histórico estádio do Fluminense, o elenco do São Paulo embarcou para a capital cearense, onde neste sábado, às 19h (de Brasília), tem mais um importante duelo pelo Campeonato Brasileiro. Toró, que sentiu o joelho durante o treinamento, não viajou com a delegação tricolor, voltando para a capital paulista para iniciar tratamento. Dependendo da combinação de resultados deste fim de semana, o Tricolor pode igualar em pontos o atual líder da competição, o Internacional, mesmo com três jogos a menos.

Para essa partida, Fernando Diniz também não contará com Luan, que vai cumprir suspensão por receber o terceiro cartão amarelo na última rodada. Como Tchê Tchê está infectado pelo novo coronavírus, não há jogadores de ofício para a função de primeiro volante disponíveis. Desta forma, o São Paulo enfrentará o Fortaleza com uma improvisação no meio-campo.

Além de Toró, Luan e Tchê Tchê, o São Paulo tem mais alguns desfalques para essa partida. Arboleda está na seleção equatoriana, Paulinho Boia sofreu um estiramento na perna direita, Walce e Lucas Perri se recuperam de cirurgias no joelho, Rojas está em processo de transição e Liziero se recupera de uma cirurgia no tornozelo.

A tendência é que Diego Costa, que já atuou como volante nas categorias de base, substitua Luan contra o Fortaleza. Sem indícios de que irá poupar já pensando no jogo de volta das quartas de final da Copa do brasil, Fernando Diniz deverá colocar em campo Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Léo e Reinaldo; Diego Costa, Gabriel Sara, Daniel Alves e Igor Gomes; Luciano e Brenner.

Gazeta Esportiva