Em entrevista ao Sportc, Diniz criticou o calendário do futebol brasileiro, afirmando que deveria existir mais tempo para que as equipes pudessem descansar e treinar melhor. Mesmo assim, o técnico também confirmou não saber como corrigir o problema:

“Os treinadores não foram ouvidos sobre calendário. Acho que se a gente conseguisse fazer uma coisa com menos jogos seria melhor para todo mundo. Ficou muito jogo, mas o futebol é um negócio que tem muitos interesses. Para o bem do futebol a gente precisava de uma diminuição para ter mais tempo para treinar, descansar o jogador. Como fazer isso é o difícil. Eu não tenho a receita, nunca me debrucei sobre isso para pensar de uma maneira mais aprofundada e sugerir alguma coisa mais plausível. Mas uma maneira que eu gostaria é que tivesse um espaçamento maior entre os jogos, tempo para recuperar os jogadores, para a gente treinar e oferecer um espetáculo de qualidade melhor para o torcedor”, finalizou.

Gazeta Esportiva