Dos três gols sofridos pelo Tricolor, dois saíram em jogadas de bola parada, o que deixou Fernando Diniz irritado. De acordo com o treinador, o adversário desta noite foi muito estudado e o time treinou exaustivamente a bola aérea defensiva durante a semana:

“Quanto ao desempenho, o Fortaleza era um time que jogaria no contra-ataque, até pela formação do time, e apostar nas bolas paradas. Era um jogo que tinha uma clareza de ideias que poderiam ter acontecido e aconteceram. A gente treinou bastante bola parada e tomamos dois gols de bola parada. Era um lance que a gente tinha treinado e não poderia ter falhado, uma coisa que a gente treinou muito para ser evitado”, afirmou o técnico.

Blog do São Paulo