Em fase final de recuperação, equatoriano não atua desde 2018 por conta de graves lesões

O atacante João Rojas está cada vez mais perto de voltar a jogar pelo São Paulo. Sem atuar desde 2018, por conta de duas graves lesões sofridas no joelho direito, o atacante Tricolor está em fase final de recuperação e trabalha para retornar o quanto antes.

O equatoriano está em período de transição aos gramados, alterando exercícios de campo e no Reffis (Núcleo de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica). No final de julho, Rojas já estava fazendo alguns treinos com bola e de finalizações, mas ainda sem atuar com o restante dos companheiros. 

Agora, nesta quinta-feira (08), o São Paulo confirmou que o jogador fez seu primeiro coletivo com o restante da equipe. Com isso, cresce a expectativa da torcida para ver o atacante dentro de campo novamente. 

Quando Rojas volta a jogar pelo São Paulo?

Joao RojasFoto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Apesar de a recuperação do equatoriano estar evoluindo e seu retorno ao gramado estar cada vez mais próximo, ainda não existe uma previsão oficial para que Rojas volte a atuar pelo São Paulo. 

Como não joga desde 2018 e passou por duas graves lesões no mesmo joelho, o departamento médico do Tricolor trata o caso com bastante cautela, visto que uma volta precipitada aos gramados pode significar novas lesões para o atleta. 

Mesmo assim, a comissão técnica espera ter o atacante de volta o mais rápido possível. No Brasileirão de 2018, Rojas foi bastante utilizado pelo São Paulo e era visto como uma boa opção no elenco para assumir a vaga deixada por Antony, negociado com o Ajax no início deste ano.

Qual foi a última partida de Rojas pelo São Paulo?

São Paulo x Vitória - Rojas lesão - 26/10/2018Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O equatoriano de 31 anos não disputa uma partida oficial desde o dia 26 de outubro de 2018, quando sofreu uma ruptura nos ligamentos do tendão patelar do joelho direito, durante partida contra o Vitória, no Barradão. 

Então, em agosto de 2019, quando estava em fase de transição para os gramados, sofreu uma nova lesão no joelho direito, desta vez uma ruptura do tendão quadricipital, de acordo com o São Paulo. Na época, o clube explicou que não havia nenhuma relação entre as das lesões.

Goal.com