O técnico Fernando Diniz comanda o São Paulo hoje (7), às 20h30, na partida contra o Atlético-GO, sob pressão após reunião com a diretoria devido aos maus resultados que o time teve em sequência, culminando na eliminação da Libertadores e o afastamento dos líderes do Campeonato Brasileiro.

Arnaldo Ribeiro critica o trabalho do treinador após um ano no comando do clube e vê falta de reflexão para Diniz. Em sua opinião, a passagem do treinador pelo São Paulo pode ser definida entre teimosia, convicção e soberba.

“A palavra que define o Fernando Diniz e mais esse trabalho eu não sei qual é, se é teimosia, se é convicção ou se é soberba. Porque essa reflexão que o Mauro pediu para que ele faça sobre os trabalhos dele, ela vem desde o Athletico-PR”, afirma Arnaldo.

“Pelo contrário, ele a cada fracasso reforça as convicções. Então, eu não acho que ele seja capaz de fazer essa reflexão, ele insiste numa coisa que comprovadamente não dá em nada e vai definhando ao longo dos tempos. Eu já não vejo outra palavra a não ser teimosia, convicção e soberba, não tem para mim outra escolha”, conclui.

UOL