Após voltar a atuar pelo São Paulo no último sábado, Daniel Alves falou, em entrevista divulgada pela SpfcTV, sobre o processo de recuperação de uma fratura no braço direito. O camisa 10 do Tricolor também projetou o duelo contra o River Plate, que ocorre hoje em Buenos Aires.

Dani Alves desfalcou o São Paulo por um total de sete jogos. O meio-campista voltou a reforçar a equipe de Fernando Diniz no confronto com o Internacional, que terminou empatado em 1 a 1.

“Estava com muita saudade de poder estar jogando e competindo com os companheiros. Ficar tanto tempo parado, para um atleta de alto rendimento, nunca é bom. Como praticamos um esporte de risco, algumas vezes acidentes acontecem e isso nos deixa fora por um período, mas o processo de recuperação foi bem interessante, bem planejado para que pudéssemos encurtar esse período”, disse o jogador de 37 anos.

“Fisicamente eu me encontrei muito bem, consegui jogar os 90 minutos (contra o Internacional). O resultado não foi o que merecíamos, mas a performance foi muito boa. Estou muito contente com o meu retorno”, completou.

Sobre o duelo contra o River Plate, o camisa 10 destacou a dificuldade do confronto, mas demonstrou confiança em uma vitória do Tricolor.

“São jogos que você tem que saber competir muito. São equipes muito experientes, rodadas. É sempre muito complicado jogar pela intensidade, pelo conjunto, que já joga junto há muito tempo. Pelos jogadores experientes que tem se torna um jogo mais difícil, porém também temos nossos argumentos”, explicou Daniel.

“Apesar de termos uma equipe jovem, essa falta de experiência é compensada pela disposição. Isso aumenta as nossas chances de poder competir bem e conseguir o resultado, respeitando muito o adversário, que é uma equipe histórica, que trata a bola com muito carinho. Vai ser um jogão, são duas equipes que gostam de jogar, que propõe o jogo. Isso faz com que o espetáculo fique interessante. Sabemos que precisamos fazer um jogo perfeito para conseguir o resultado”, concluiu.

Gazeta Esportiva