Quando fez de falta o primeiro gol do São Paulo na vitória sobre o Corinthians, Hernanes foi correndo para o banco de reservas abraçar Luan. O volante foi o escolhido pelo Profeta por ser o seu companheiro de treino na parte final das atividades diárias no CT da Barra Funda.

“Ele foi comemorar comigo porque nos finais dos treinos, eu procuro ficar perto do Profeta e aprender com ele. A gente fica treinando falta e chute ao gol. Ele falou que iria treinar aquela batida e que iria fazê-la no jogo. E coincidiu de no jogo ele fazer o gol. Então, ele veio correndo dedicando o gol para mim. Mas quem merece é ele”, disse Luan.

UOL