Diego Lugano foi um dos grandes ídolos do São Paulo nos últimos anos. Atual diretor de relações institucionais do clube, o uruguaio ganhou carinho da torcida pela postura em campo. Além dos títulos, o zagueiro conquistou a idolatria por nunca ter perdido para Palmeiras e Corinthians enquanto vestiu as cores do clube.

Contra o Alvinegro, Lugano não disputou tantas partidas, mas se aposentou invicto. No total, foram quatro jogos diante do rival, com três vitórias e um empate. Todas as partidas aconteceram ainda na sua primeira passagem, entre 2003 e 2006.

O confronto contra os palmeirenses foram mais numerosos, mas igualmente vitoriosos. Lugano enfrentou o time alviverde em nove oportunidades, com sete vitórias e dois empates. Apenas um duelo aconteceu na sua segunda passagem pelo São Paulo, quando o uruguaio foi titular na vitória por 1 a 0, em 2016.

No total, Lugano atuou pelo São Paulo em 213 jogos, com 13 gols marcados. Contratado sem muitas expectativas em 2003, e taxado até de “zagueiro do presidente”, se consolidou como um grande ídolo após conquistar Paulista, Libertadores e Mundial, em 2005, e o Brasileiro, em 2006, como titular.

Gazeta Esportiva