Tido por muitos como o time brasileiro com mais tradição na Copa Libertadores, o São Paulo conta com uma vasta lista de goleadores na competição, entretanto, foi apenas em 2016 que um de seus atletas quebrou o recorde de mais gols marcados em uma única edição do torneio continental.

Em 2016, o São Paulo acabou sendo eliminado na semifinal para o Atlético Nacional, que acabou se sagrando campeão da Libertadores naquele ano. Mas, embora não tenha conquistado o tetracampeonato, o clube terminou a competição com a artilharia graças a Calleri, que balançou as redes nove vezes.

Emprestado por apenas seis meses pelo Deportivo Maldonado, clube uruguaio que pertence a empresários, Calleri não precisou de muito tempo para se mostrar útil ao time comandado pelo argentino Edgardo Bauza. O atacante, inclusive, ganhou até música da torcida, que se acostumou a entoar nas arquibancadas “Ô ô ô, toca no Calleri que é gol”.

Antes de Calleri, o são-paulino que havia marcado mais gols em uma única edição de Libertadores era Luis Fabiano. Em 2004, ano em que o Tricolor também caiu nas semifinais, para o Once Caldas, o Fabuloso balançou as redes oito vezes. Foi o último ano dele com a camisa tricolor, já que em 2005 ele se transferiu para o Porto.

O top 10 de jogadores são-paulinos que marcaram mais gols em uma única edição de Libertadores ainda conta com outros nomes importantes da história do clube, como Rogério Ceni, Aloísio Chulapa, Palhinha, Luizão e Adriano. Confira:

1: Calleri (9 gols) – 2016
2: Luis Fabiano (8 gols) – 2004
3: Toninho Guerreiro (7 gols) – 1972
4: Pedro Rocha (7 gols) – 1974
5: Terto (7 gols) – 1974
6: Palhinha (7 gols) – 1992
7: Adriano (6 gols) – 2008
8: Luizão (5 gols) – 2005
9: Rogério Ceni (5 gols) – 2005
10: Aloísio Chulapa (5 gols) – 2006

Gazeta Esportiva