São Paulo volta a jogar nesta quinta-feira após cerca de quatro meses de paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. O adversário do Tricolor na retomada será o Red Bull Bragantino, que lidera o Grupo D do Campeonato Paulista.

No total, a equipe de Fernando Diniz passou 130 dias sem atuar. O último jogo disputado pelo São Paulo ocorreu no dia 14 de março, quando o time bateu o Santos de virada por 2 a 1.

Mesmo com o longo período sem jogos, o Tricolor chega para a retomada do Campeonato Paulista com poucas mudanças. Assim como na pré-temporada, o clube não fez contratações, mas contou com os retornos de Gonzalo Carneiro, que estava afastado devido a uma punição por doping e Paulinho Bóia, que em 2019 esteve emprestado ao São Bento.

A única baixa que ocorreu foi a saída de Antony, que foi vendido para o Ajax, da Holanda. O substituto imediato para a cria de Cotia é Pablo. O camisa 9 foi justamente o protagonista da última partida disputada pelo São Paulo e agora tenta se firmar entre os titulares.

Além de Pablo, Fernando Diniz testou nos treinos realizados ao longo das últimas semanas nomes como Everton e Paulinho Bóia. Outra opção no elenco é Helinho.

A provável escalação do Tricolor para enfrentar o Red Bull Bragantino é formada por: Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Pablo, Pato e Vitor Bueno.

O São Paulo é líder do Grupo C do Campeonato Paulista com 18 pontos. A campanha da equipe até o momento é de cinco vitórias, três empates e duas derrotas, um aproveitamento de 60%.

Gazeta Esportiva