Após negociar dois jogadores, o São Paulo teve um grande alívio em suas finanças. Com isso, depois da venda de Antony para o Ajax por cerca de 15 milhões de Euros e do atacante Gustavo Maia que foi vendido para o Barcelona por R$ 27 milhões de reais, o clube ficou com um bom dinheiro em caixa. Sendo assim, a equipe paulista teve uma grande folga na crise financeira, que cresceu devido à paralisação do futebol. Portanto, pode pagar os salários atrasados e quitar outras dívidas.

Outro jogador que poder render muito dinheiro ao São Paulo, é jovem meio campista Igor Gomes, que atualmente é titular na equipe. No entanto, após os valores arrecadados nas últimas vendas, Tricolor não pretende negociar o jogador, pelo menos até o fim da temporada. Contudo, já recebeu propostas por parte de grandes clubes da Europa pelo atleta, como Ajax e Real Madrid.

CRISE FINANCEIRA NO TRICOLOR

O conselheiro do São Paulo, Jaime Franco relatou um pouco da situação do time em entrevista no mês passado ao jornalista Alexandre Praetzel. Disse ainda, que devido à pandemia do Coronavírus, a crise financeira foi ainda mais agravada, já que a arrecadação não estava sendo a mesma com o futebol em atividade. Contudo, ele destacou que esse seja o pior momento da história do clube. Na ultima semana, Raí, ex-jogador e atualmente Executivo de Futebol reuniu os jogadores são-paulinos para explicar o momento que o clube está passando.

“Acho que é o pior momento da história do nosso clube”. “Em março de 2020, quando a pandemia ainda estava no início, o orçamento apontava um superávit de R$ 13 milhões. Só que terminou março com R$ 30 milhões de déficit, uma variação de 326%. Nós sabíamos que, enquanto existir a pandemia, quando as despesas correm e as receitas minimizam, o buraco seria infinitamente maior, como já se confirmou”.

Futebol na Veia