São Paulo voltará a disputar uma partida oficial depois de mais de quatro meses na próxima quinta-feira, contra o Red Bull Bragantino, no Morumbi, às 20h. Como o calendário ficou paralisado por conta da pandemia do coronavírus, os times terão que enfrentar uma maratona de jogos neste reinício, o que exigirá um alto nível de resistência das equipes.

Aos 35 anos, Juanfran é um dos jogadores do Tricolor que mais recebem atenção especial da comissão técnica e da equipe médica em relação ao preparo físico. Dessa forma, Igor Vinícius pode aproveitar a sequência de partidas com pouco tempo de recuperação para ganhar minutos dentro de campo.

Não é novidade ver Juanfran sendo poupado no Tricolor. Desde que desembarcou no Brasil, o lateral-direito já ficou de fora de três partidas para evitar o risco de lesões. Em 2019, não enfrentou o Goiás e o Athletico Paranaense, pelo Brasileirão, e nesta temporada não foi utilizado no jogo contra a Ponte Preta, pelo Paulistão.

Apesar de ser visto como reserva no São Paulo, Igor Vinícius tem prestígio junto à comissão e à diretoria. O lateral foi comprado em definitivo pelo clube do Morumbi em dezembro do ano passado, depois de agradar no período no qual esteve emprestado pela Ponte Preta.

Durante o confinamento do São Paulo em Cotia, Diniz realizou diversos testes no time nos sete dias de treinamentos intensivos. Igor Vinícius foi um dos jogadores constantemente testados na equipe titular, trocando de equipe no meio da atividade. Vale lembrar que, a partir de agora, poderão ser feitas cinco substituições durante a partida.

Gazeta Esportiva