Anderson Martins ainda não sabe qual clube vai defender em 2021. O jogador tem contrato com o São Paulo somente até o fim deste ano, e, portanto, está livre no mercado da bola para assinar um pré-contrato com outra equipe sem que o Tricolor paulista receba qualquer tipo de compensação financeira. Segundo apurou o UOL Esporte, alguns times já demonstraram interesse no zagueiro. O Botafogo chegou a fazer uma sondagem ao jogador de 32 anos, mas as conversas não evoluíram.

Paulo Autuori queria um atleta experiente para a posição para o lugar de Joel Carli. Porém, o modelo de negócio sugerido pelo time carioca não interessou o Tricolor e, com a chegada de Rafael Foster, os Alvinegros não seguiram a transação com os paulistas. O São Paulo, por sua vez, também não procurou ainda o defensor para abrir a negociação para renovar o vínculo por mais uma temporada. Vale destacar que o Campeonato Brasileiro, por causa da pandemia do novo coronavírus, deve terminar em fevereiro — ou seja, ele poderá desfalcar o Tricolor. Em casos assim, é possível que o Tricolor chegue a um acordo para que acertar a situação do zagueiro só até o fim da competição.

Anderson Martins é bem avaliado pela comissão técnica, porém, ele tem um custo considerado alto para um jogador que não é tão utilizado. O São Paulo vive um momento turbulento em suas finanças e chegou a atrasar salários de jogadores em carteira mesmo antes da pandemia. Para o setor, além de Anderson Martins, o treinador Fernando Diniz conta com Bruno Alves, Arboleda, Walce (que está lesionado) e Diego Costa. Pelo São Paulo, desde 2017, Anderson Martins disputou 56 partidas e marcou dois gols.

UOL