Juanfran ainda não sabe qual será seu futuro no São Paulo, porém não esconde que tem o desejo de permanecer no Tricolor. O lateral-direito, que tem contrato válido até dezembro deste ano, quer conquistar títulos pelo time do Morumbi, porém pondera que será necessário esperar o resultado da eleição que definirá o sucessor de Leco na presidência, no final de 2020.

“Sendo honesto, ainda não sei (se renovará). Da minha parte, o que eu quero e gostaria é continuar aqui. Estou muito bem, minha família está bem, estou muito feliz e muito orgulhoso de estar aqui no São Paulo. Eu não voltarei para a Espanha. Eu tenho isso na minha cabeça. Eu tenho que ser campeão antes de voltar para a Espanha. Não posso voltar sem ser campeão em São Paulo antes”, afirmou Juanfran à Agência EFE.

“Também é uma situação que precisamos ver, porque há eleições para ver qual presidente vai entrar, em que direção vamos seguir. O que eu mais quero é ser campeão aqui. Mais do que estender meu contrato, sair para outra equipe ou me aposentar”, completou.

Na entrevista, Juanfran também comparou o técnico Fernando Diniz a Diego Simeone, que foi o treinador do lateral enquanto defendia o Atlético de Madrid. Na visão do jogador espanhol, o comandante do Tricolor conseguiu construir uma sintonia especial com a torcida.

“Dou o exemplo do Atlético de Madrid, antes da chegada de Simeone, antes de nos reunirmos com esses jogadores muito carismáticos dos últimos anos (Gabi, Godín, Koke, Raúl García). Comecei a notar isso com o Diniz. Essa sensação boa que existe com o treinador, com sua ideia, sua maneira de jogar, acho que ele já estava contagiando o torcedor”, disse Juanfran.

“É o último ano para muitos no clube, um ano eleitoral, e tudo isso estava nos tornando mais unidos do que nunca. Isso eu percebo. Porque percebi isso no Atlético de Madrid, percebi isso no time espanhol, quando nos tornamos campeões (…) espero que não o percam, porque essa conexão que pode haver com o treinador pode nos tornar campeões”, adicionou.

Por fim, Juanfran comentou sobre o nível do futebol brasileiro em relação ao europeu, aproveitando o momento vivido pelo Flamengo. O lateral acredita que as equipes que disputam o Brasileirão estão se aproximando do desempenho apresentado pelas equipes do Velho Continente.

“Sim, eles (Flamengo) competiriam bem na Liga dos Campeões. Nós também, com a equipe que temos. Várias equipes vão para a Europa e competem muito bem, como Palmeiras, Grêmio, Corinthians, Santos, Internacional. Existem jogadores muito bons aqui, há um nível muito bom. Cada vez mais, sem perder o estilo brasileiro, que é ótimo para algumas coisas e não é tão bom para outras. Eu acho que os clubes estão “europeizando” um pouco. Muitas coisas boas estão sendo trazidas da Europa. Eu acho que essa mistura de coisas boas da Europa e boas do Brasil é uma boa mistura para competir contra qualquer um”, finalizou Juanfran.

Gazeta Esportiva