Os rivais Corinthians e São Paulo vivem momentos conturbados em ano de eleição, com ambos os clubes endividados e com situações a resolver relacionadas a seus jogadores. Já houve, inclusive, pedido de afastamento do presidente Andrés Sanchez no comando do Alvinegro, enquanto Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, também tem questões delicadas a resolver, como o corte de salários do elenco.

O jornalista Arnaldo Ribeiro afirma que tanto o Corinthians quanto o São Paulo deveriam antecipar suas eleições e trocar já de presidentes para que não piorem tanto a situação até o pleito que já está previsto para ocorrer no fim deste ano nas duas equipes.

“O Corinthians e o São Paulo são situações muito semelhantes. O melhor para os dois seria uma intervenção imediata, as saídas dos dois presidentes, Andrés Sanchez e Leco, um governo de transição, ou antecipar as eleições. São Paulo e Corinthians deveriam antecipar suas eleições”, afirma Arnaldo.

“Esses governos estão reprovados, fracassados e destruídos, e não é por causa da pandemia, não. Nem venham o Andrés Sanchez e o Leco culparem a pandemia, o Corinthians já tem mil candidatos, vai ser uma disputa ferrenha, contratou o Jô durante a pandemia. O São Paulo perdeu o Antony e pode perder seus principais jogadores, pode perder seu principal jogador, o Daniel Alves, por conta dessa confusão toda [redução salarial]. O Daniel Alves até agora não se apresentou. O São Paulo tem uma dívida imensa com o Daniel Alves, o São Paulo não consegue tratar essas questões direito”, completa o jornalista.

UOL

Anúncios