O São Paulo voltou às atividades no CT da Barra Funda, mas permanece a incerteza sobre quando as competições serão retomadas e quanto tempo o elenco poderá treinar antes de voltar a campo. Essa preocupação está na cabeça dos jogadores, entre eles Igor Vinícius, que espera cerca de um mês de preparação na retomada.

Em entrevista para a ESPN, o lateral-direito do Tricolor afirmou que ele e seus companheiros já estão fazendo trabalhos específicos para amenizar o impacto do tempo parado, já que não sabem se terão o período ideal para treinar até disputarem uma partida novamente. Para ele, os exercícios realizados no isolamento não a mesma coisa que treinar no CT.

– Acho que fisicamente o ideal seria 30 dias, mas a gente nunca sabe como é que vai ser, se em 20 dias eles já vão colocar jogos, ou em 15… Acho que todos os atletas estavam fazendo algum tipo de trabalho específico em casa, mas nunca é aquele trabalho comparado com o que a gente treina no CT, todos ali juntos. A gente sabe disso, agora eu mesmo venho fazendo um trabalho específico nesta reta final para poder voltar e não sentir tanto a volta. Como Depois de 30 dias de férias, quando a gente volta, a gente sente um pouco, imagine 90 dias – analisou o camisa 2 são-paulino.

Antes da parada, o São Paulo vinha em ascensão na temporada, e contagiava a torcida com o “estilo Diniz” de jogar e treinar. Igor acredita que logo de cara o time não deve voltar a ter o mesmo nível, porém pela confiança do grupo, o tempo até retomar aquele patamar de apresentações deve ser curto.

– Se a gente tiver um certo período para treinar, eu acho que sim, a gente tem grandes chances de voltar, no mesmo nível eu não digo, mas perto daquele nível, aí com o decorrer dos jogos a gente vai se encontrar e aí sim eu acho que não coloco muito tempo para chegar naquele nível, eu coloco pouco, porque a equipe já vem com uma confiança muito alta – concluiu.

O São Paulo realizou testes de COVID-19 nos últimos dias e retomou as atividades no CT da Barra Funda ao longo desta semana, seguindo as recomendações e os protocolos das autoridades dos estado e da FPF. Os treinos com bola, porém, só deverão acontecer a partir do dia 1º de julho.

Lance!