Revelado pelo Grêmio e contratado ainda jovem pelo São Paulo, o lateral-esquerdo Júnior Tavares despontou nos profissionais cercado de expectativas, porém não se firmou no clube do Morumbi e foi emprestado ao Portimonense, de Portugal. Agora, o jogador está sendo utilizado como meio-campista e busca reencontrar os rumos de sua carreira.

Desde o retorno do Campeonato Português, o Portimonense disputou três partidas, todas com Júnior Tavares como titular. A novidade foi seu posicionamento, tendo sido escalado como segundo volante, com liberdade para atacar pela esquerda.

A estratégia, a princípio, parece ter dado resultado. O Portimonense, que ainda está na zona de rebaixamento do Português, não perdeu nenhum dos três jogos (uma vitória e dois empates) após o fim da paralisação. Além disso, Júnior Tavares marcou um golaço no empate com o Benfica, em um belo chute de fora da área.

O jogador está emprestado ao Portimonense até o final da temporada europeia. Ainda com o futuro indefinido, o atleta tem contrato junto ao São Paulo válido até o fim de 2021.

Júnior Tavares estreou pelo São Paulo em 2017, à época comandado por Rogério Ceni. O lateral-esquerdo chamou atenção pela sua ofensividade e logo ganhou a confiança do treinador, porém apresentou uma queda de rendimento e não voltou a ter uma sequência sólida de partidas. Antes da passagem pelo Portimonense, o jogador já havia sido emprestado à Sampdoria, da Itália.

Gazeta Esportiva