O programa de sócio-torcedor do São Paulo recebeu sua última alteração em 2015, período em que o Tricolor recebeu diversas adesões. Desde então, os planos nunca mais foram atualizados, o que significa um retrocesso na visão de Julio Casares, candidato à presidência do clube do Morumbi que falou sobre as mudanças que deseja realizar no programa caso seja eleito.

“O sócio-torcedor será refundado. Hoje ele está arcaico, precisa estar dentro da modernidade. Nós fazemos tudo com o celular, então precisamos de um aplicativo para que o sócio-torcedor possa comprar produtos com desconto, comprar ingressos, participar de debates, enquetes e concorrer a prêmios. Do outro lado, teremos um título de capitalização, onde os são-paulinos à distância poderão ser sócios-torcedores com uma tarifa diferenciada. Nós vamos trazer benefícios, precisamos trabalhar na fidelização através de aplicativos e tecnologia. O São Paulo está arcaico, precisa se remodelar”, contou o candidato em live no Instagram da página São Paulo News.

Julio Casares será um dos candidatos à presidência do São Paulo nas eleições de dezembro de 2020

Ex-diretor e vice-presidente de marketing do São Paulo entre 2004 e 2015, Casares faz parte do conselho de administração da gestão de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e, em teoria, será o candidato da situação nas próximas eleições do Tricolor.

Em novembro de 2020, o São Paulo passará por eleições no Conselho Deliberativo, onde os 240 membros serão renovados para 260. Um mês depois, os novos conselheiros eleitos e os conselheiros vitalícios elegerão um novo presidente.

Terra