A diretoria do São Paulo não conta com a permanência de Antony depois do dia 1º de julho, data marcada para que ele se torne jogador do Ajax (HOL). A indefinição sobre o futebol na Holanda abriu a possibilidade de o jovem de 20 anos ficar no Brasil por pelo menos mais um mês, mas as conversas entre as partes indicam que isso não vai ocorrer.

– Acho muito difícil, a não ser que haja alguma determinação da Federação Holandesa sobre começar um pouquinho mais tarde. Por enquanto a sinalização que existe é que eles terminaram o Campeonato Holandês exatamente para o novo campeonato começar no prazo, que é em agosto. E se começar em agosto a pré-temporada é em julho, e em julho ele estará lá – disse o gerente-executivo de futebol do Tricolor, Alexandre Pássaro, responsável direto pelo diálogo com o Ajax.

O último Campeonato Holandês foi encerrado em abril, sem rebaixados e sem campeão, devido à pandemia do novo coronavírus. A próxima temporada ainda não tem uma data oficial para recomeçar, mas o Ajax trabalha com a ideia de que seja em agosto e, por isso, deseja que Antony inicie o processo de adaptação o mais rápido possível. Enquanto isso, o estafe dele cuida das questões de mudança.

Neste cenário, é grande a possibilidade de que Antony vá embora do São Paulo sem uma partida de despedida. Neste momento, não há previsão de que o Campeonato Paulista seja retomado em junho, mês em que ele ainda será jogador do Tricolor. Para a Libertadores, menos ainda.

A Federação Paulista elaborou um protocolo de saúde que prevê as equipes concentradas até o fim da disputa do Estadual e testes periódicos para a COVID-19, mas isso ainda depende de aprovação das autoridades. O São Paulo e os outros grandes do Estado estão alinhados em não apressar as coisas e só retomar as atividades quando for seguro para todos.

Se isso se confirmar, Antony encerrará sua passagem pelo Morumbi com 52 jogos como profissional e seis gols marcados. Nesta temporada, em que trocou a camisa 39 pela 11, ele entrou em campo apenas quatro vezes porque defendeu a Seleção Brasileira sub-23 no Pré-Olímpico da Colômbia, em janeiro. Sua última aparição foi na vitória por 2 a 1 sobre o Santos, pelo Paulistão, com portões fechados.

Outro fator que pode pesar para que o São Paulo não postergue o adeus do garoto é financeiro. O combinado é que o Ajax inicie o pagamento por ele logo que a transferência se concretizar, algo que a diretoria tricolor aguarda ansiosamente para amenizar o rombo nas contas – a situação já não era confortável e ficou ainda pior com a paralisação dos torneios. Antony foi vendido por 16 milhões de euros (quase R$ 95 milhões na cotação atual), que podem virar 22 milhões de euros (R$ 130 milhões) se ele atingir todas as metas estipuladas em contrato ao longo de sua passagem pela Holanda.

Na mesma negociação, o São Paulo vendeu os 20% dos direitos econômicos de David Neres que ainda lhe pertenciam. Neste caso, o pagamento já foi efetuado: foram 7 milhões de euros (cerca de R$ 32 milhões de euros na ocasião).

Lance!

Foto: NEWTON MENEZES/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Anúncios