Diferente do que acontece em outros estados do país, os clubes paulistas continuam juntos na ideia de ainda não voltar aos treinos. Em reunião virtual nesta terça(26), os presidentes de Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos, e também da Federação Paulista de Futebol(FPF), reafirmaram que aguardarão a liberação das autoridades da saúde, para começar a pensar na volta do futebol.

Os quatro grandes paulistas também querem fazer testes para o coronavírus, mas todos em um mesmo dia nos seus respectivos jogadores e criar juntos uma agenda progressiva de treinamentos.

“Palmeiras não vai falar em datas. Vidas são mais importantes“, disse Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras.

Na mesma reunião, o presidente do São Paulo, Leco, apoiou a carta emitida pelo Corinthians na manhã desta terça(26). Na nota, o clube se mostra inteiramente contra a volta do futebol, enquanto a pandemia não cessar.

O decreto de quarentena em São Paulo, é válido até este domingo (31). Ainda esta semana, o governador João Dória deverá sinalizar se o prazo será prorrogado ou não, de acordo com a situação de cada região.

O futebol brasileiro está paralisado desde março. Os clubes paulistas disputavam o estadual e Libertadores no momento da paralisação.

Torcedores.com