Alguns rumores sobre a saída de Pablo do São Paulo surgiram nas últimas semanas, ligando o atacante ao futebol chinês. No entanto, Jorge Nicola, da ESPN Brasil, em seu blog no Yahoo Esportes, entrou em contato com uma fonte próxima do presidente Leco, que desmentiu.

“Não teve absolutamente nada. Nem sondagem”, disse a fonte.

O jogador foi comprado do Athletico-PR ainda em 2018, mas nunca se firmou na posição, de forma que o clube pode procurar alternativas para a sua venda, mas não existe nada concreto no momento. Naquela época, o São Paulo pagou 6 milhões de euros (algo como R$ 35 milhões na atual cotação – que é muito superior à daquela época).

Mais do que o baixo rendimento, o clube deve cogitar sua venda pela situação atual dos cofres. Segundo o balanço financeiro do clube de 2019, o déficit foi de R$ 159 milhões, e a pandemia do coronavírus, que paralisou os torneios, agravou ainda mais a questão.

Desde que chegou ao Morumbi, Pablo fez 41 partidas, com 10 gols. Seu contrato vence no último dia de 2022.

ESPN

Anúncios