O São Paulo não trouxe novos jogadores para reforçar o elenco neste início de temporada. Em vez disso, optou por investir na manutenção do grupo montado no ano passado, considerado forte e com potencial para entregar ainda mais resultado. Tudo isso faz parte de uma política interna dos dirigentes que tem prezado pela continuidade do trabalho e aposta na qualidade dos atletas.

Ainda que a falta de contratações para 2020 tenha muito a ver com os problemas financeiros do clube, é inegável que os frutos da manutenção do elenco já começavam a ser vistos pouco antes de as competições serem paralisadas por conta da pandemia de coronavírus. Sob o comando de Fernando Diniz, muitos jogadores cresceram de produção e o time começou a atuar de acordo com o que o treinador prega em sua filosofia de jogo.

Aliado à decisão de ter mantido o técnico no cargo na virada de 2019 para 2020, está o fato de a maior parte do elenco já estar junto há mais de um ano. Dos 34 atletas que hoje integram o elenco profissional, 26 já tem mais de 12 meses de clube, contando aqueles que saíram para empréstimo e voltaram, como Lucas Perri, Shaylon, Brenner e Tréllez. Quanto aos jogadores da base, é levado em conta apenas o tempo em que estão no grupo principal.Apenas oito atletas estão no profissional há menos de um ano: Thiago Couto, Diego Costa, Rodrigo Nestor, Fabinho, Danilo Gomes e Gabriel Sara. Além deles os experientes Juanfran e Daniel Alves, que se encaixaram perfeitamente ao time e parecem estar no Tricolor há muitas temporadas. Em outras palavras, 76,5% do elenco já completou pelo menos um ano defendendo o clube.

Isso é uma postura diferente de algumas temporadas recentes, em que o grupo de jogadores era bastante modificado a cada janela de transferências, seja com entradas ou saídas de atletas. Segundo o gerente de futebol do São Paulo, Alexandre Pássaro, isso é um filosofia que a atual gestão está tentando impor, mesmo que ainda os resultados esportivos não tenham aparecido.

– A gente está evoluindo, já queríamos estar com mais sucesso esportivo, não é segredo. Estamos frustrados, mas ainda podemos buscá-los em um breve espaço de tempo. De 2016 para 2017 mantivemos 41% do elenco, de 2017 para 2018 mantivemos 50%, de 2018 para 2019 mantivemos 60% e de 2019 para 2020 mais de 90%. No começo da gestão teve resultados piores, isso te dá o sinal de que aquela equipe não vai te dar sucesso, aí você precisa ser mais agressivo. Essa evolução só vai ser coroada na hora em que o São Paulo estiver no lugar que o clube merece – disse o dirigente ao “Bola da Vez”, da ESPN.

Provavelmente, quando as competições voltarem, Fernando Diniz não deverá contar com Antony, vendido ao Ajax, da Holanda, mas ainda assim terá um grupo bastante coeso e entrosado, podendo dar continuidade ao bom trabalho que vinha fazendo antes da pandemia. Neste momento, os jogadores permanecem de férias e não há prazo determinado para a volta aos treino.

JOGADORES HÁ UM ANO OU MAIS NO CLUBE DE FORMA ININTERRUPTA
Tiago Volpi
Junior
Walce
Arboleda
Bruno Alves
Anderson Martins
Reinaldo
Léo
Igor Vinicius
Luan
Tchê Tchê
Liziero
Igor Gomes
Hernanes
Toró
Everton
Rojas
Antony
Helinho
Vitor Bueno
Alexandre Pato
Pablo

– A gente está evoluindo, já queríamos estar com mais sucesso esportivo, não é segredo. Estamos frustrados, mas ainda podemos buscá-los em um breve espaço de tempo. De 2016 para 2017 mantivemos 41% do elenco, de 2017 para 2018 mantivemos 50%, de 2018 para 2019 mantivemos 60% e de 2019 para 2020 mais de 90%. No começo da gestão teve resultados piores, isso te dá o sinal de que aquela equipe não vai te dar sucesso, aí você precisa ser mais agressivo. Essa evolução só vai ser coroada na hora em que o São Paulo estiver no lugar que o clube merece – disse o dirigente ao “Bola da Vez”, da ESPN.

Provavelmente, quando as competições voltarem, Fernando Diniz não deverá contar com Antony, vendido ao Ajax, da Holanda, mas ainda assim terá um grupo bastante coeso e entrosado, podendo dar continuidade ao bom trabalho que vinha fazendo antes da pandemia. Neste momento, os jogadores permanecem de férias e não há prazo determinado para a volta aos treino.

JOGADORES HÁ UM ANO OU MAIS NO CLUBE DE FORMA ININTERRUPTA
Tiago Volpi
Junior
Walce
Arboleda
Bruno Alves
Anderson Martins
Reinaldo
Léo
Igor Vinicius
Luan
Tchê Tchê
Liziero
Igor Gomes
Hernanes
Toró
Everton
Rojas
Antony
Helinho
Vitor Bueno
Alexandre Pato
Pablo

Lance!