Em entrevista à reportagem do BolaVip Brasil, atacante, hoje nos Emirados Árabes, contou um pouco dos bastidores dos clubes por quais já passou na carreira e fez um balanço de sua curta turnê pelo Morumbi.

Um dos destaques da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2013, o atacante Neilton, que defendia o Santos naquela temporada, chegou a uma dura realidade após tanto brilho no torneio mais importante de categorias de base do Brasil. O ponta começou a ser comparado a ninguém menos que Neymar. No entanto, quando foi efetivado ao profissional do Peixe, não teve tanto sucesso.

Após outra curta passagem pelo Cruzeiro, o futebol do atacante só foi ressurgir no Botafogo, quando se tornou um destaques do Campeonato Brasileiro de 2016. As boas atuações pelo Rio de Janeiro o credenciaram ao São Paulo, inclusive, com a moral de ter tido seu nome lembrado pelo então técnico Rogério Ceni.

No entanto, a passagem pelo CT da Barra Funda não foi como ele mesmo esperava. O baixo aproveitamento de Neílton fez com Ceni o tirasse da equipe logo nos primeiros meses de temporada. Em entrevista exclusiva à reportagem do BolaVip Brasil, o atacante revelou que o que prejudicou no Tricolor foi o novo modelo tático implantado pelo ídolo. No São Paulo,  era um esquema tático novo para mim. Nunca tinha jogado nesse esquema e não me adaptei. Fiquei 1 ano e meio no Botafogo jogando em outro esquema, depois houve essa mudança que levaria mais tempo pra eu me adaptar”, afirmou.

O atacante também contou à nossa equipe de reportagem como está sua vida nos Emirados Árabes Unidos durante a quarentena, Neílton também revelou sobre a possibilidade do seu clube atual, o Hatta Club, retomar atividades nos próximos dias. De acordo com o camisa 11, o futebol deve retomar no país somente em agosto – ele está cedido por empréstimo pelo Vitória, mas a paralisação das atividades por conta do surto mundial da Covid-19 pode alterar os planos, com a possibilidade de uma extensão do acordo com os asiáticos.

“Durante o período de quarentena estou respeitando todas as orientações das autoridades locais, ficando em casa e saindo somente em última necessidade e, ainda assim, usando equipamentos de proteção como máscara e luvas. Para manter a forma física, sigo uma rotina de treinamentos em casa de acordo com orientações do clube. Por aqui, o futebol foi completamente suspenso e só retorna em agosto”, completou o atacante que, antes de ir aos Emirados Árabes Unidos, acumulou passagem pelo Internacional, em 2019, também por empréstimo. 

https://br.bolavip.com/futebol/Destaque-da-Copinha-de-2013-Neilton-abre-o-corao-sobre-passagem-pelo-So-Paulo-de-Ceni-Era-um-esquema-novo-para-mim-20200515-0032.html