Pra mim o Laudo Natel é o melhor Presidente da história do São Paulo. Não é exagero, considera – lo o melhor Presidente de um Clube aqui no Brasil.

O Laudo Natel, realizou uma façanha. Ele Laudo Natel pagou as prestações que faltavam para quitar a compra do Canindé, pagou as dívidas do São Paulo. Ele Laudo Natel construiu o Estádio do Morumbi.Não foi um Dirigente do Corinthians, um Dirigente do Palmeiras, um Dirigente do Flamengo, um Dirigente do Grêmio. Foi o Laudo Natel, Presidente do São Paulo.

Construiu o maior estádio da maior cidade do Brasil, do maior estado do Brasil e do futebol mais rico do Brasil.Acha pouco?Vamos tentar enxergar as dificuldades.O que o Laudo Natel tinha a seu favor? O São Paulo já era um Clube grande, já tinha uma torcida grande e já tinha uma influência na mídia, graças a geração do Leônidas da Silva.

Mas isso não basta para a construção de um estádio do tamanho do Morumbi.O São Paulo não tinha dinheiro para o Projeto ousado.Além de que era preciso você dar um jeito de providenciar equipes competitivas para disputar os campeonatos. Imagina se na época o São Paulo fosse rebaixado. O São Paulo iria inaugurar o Morumbi na segunda divisão. Seria uma mancha que acompanharia o São Paulo sempre.O Laudo Natel precisava ter inteligência, ser assessorado por pessoas inteligentes, liderar esse grupo, foco, dedicação ao trabalho, saber negociar, saber buscar parceiros.E o mais importante de tudo: Coragem!Ele Laudo Natel poderia desistir.

Ele poderia ter aceitado a proposta do Governo Estadual, de trocar o Morumbi inacabado pelo Pacaembu.Mas não, o Morumbi ficou pronto, as dividas foram pagas e foi montado um esquadrão para tirar o São Paulo da fila.Se o Leônidas da Silva fez o São Paulo virar um Clube grande, o Laudo Natel triplicou essa grandeza. Depois da inauguração do Morumbi, o São Paulo começou a trajetória para se tornar o Clube mais vitorioso do futebol Brasileiro.

Por tudo isso, o São Paulo deveria fazer um vídeo institucional do Presidente Laudo Natel. O melhor Presidente do São Paulo.Aproveitando o gancho que teremos eleição para Presidente do São Paulo:Por um lado, o candidato é o Julio Casares.No outro, ninguém sabe quem será o candidato, só especulações.Mas independente de quem será o candidato, os dois candidatos a próxima Presidência do São Paulo, deveria fazer um exercício de consciência.

O exercício seria uma reflexão.O candidato sendo honesto com ele mesmo, faria esse exercício, para ver o limite dele, para ver até aonde ele pode chegar.Administrar um Clube grande de futebol, você tem que conciliar duas coisas: Pagar contas e colocar equipes competitivas para disputar os campeonatos.Clubes endividados estão destinados a se tornarem medíocres.E você não pode colocar um bando de pernas de pau para disputarem os campeonatos, pois aí você irá tomar goleadas, perder clássicos, correr o risco de ser rebaixado.

Então o exercício que os candidatos a Presidente tem que fazer, é esse:1) E se fosse hoje, como eles iriam construir o Estádio do Morumbi?2) E se fosse hoje, como eles iriam construir o Estádio do Morumbi e ao mesmo tempo colocar equipes competitivas para disputar os campeonatos?Eu vou ser honesto. Eu não me enxergo com competência para construir um estádio como o Morumbi e ao mesmo tempo colocar equipes competitivas para disputar os campeonatos.Mas eu não sou candidato a Presidente do São Paulo.

Eu não sou um Gestor.Eu sei dos meus limites.Eu confesso, talvez eu não me arriscaria a começar a construção do Morumbi, ou eu aceitaria a proposta de trocar o Morumbi pelo Pacaembu.Como podem ver, eu não estou a altura de exercer o cargo de Presidente do São Paulo.Hoje o São Paulo não tem um estádio para construir.

Mas tem uma dívida a pagar e uma fila de ausência de títulos para sair.Que os candidatos a Presidente do São Paulo, conheçam os seus limites e se estão a altura do cargo, assim como o Presidente Laudo Natel.Valeu Laudo Natel.

Cleiton Ferreira

Anúncios