“Perde muito o sentido o futebol como voltou na Alemanha” afirma Diniz

Em entrevista à Rádio CBN, Diniz além de criticar a pressa para a volta do futebol, comentou sobre como será o futebol no retorno das atividades:

“Vai modificar, você vê os jogos na Alemanha, totalmente diferente na parte técnica, tática e física, e também na presença de público. Perde muito o sentido. Embora eu ache que se tiver de voltar assim, é o que a gente tem que fazer. Mas não vai ser igual.”

Blog do São Paulo

4 comentários

  1. A volta é inevitável já que não há apoio da CBF, e muito menos das federações, pra sustentar clubes de futebol, patrocinadores atrasam pagamentos, torcedor deixa de ser ST por motivos óbvios, tv não paga as parcelas que deveria e nem treinador e nem jogadores vão abrir mão de 100% dos seus salários até o final do ano, por exemplo.

    É fácil entender que não há entrada de dinheiro caso não tenha exposição da marca e pro clube sobreviver dessa maneira vai destruir seu patrimonio com vendas. É um momento sensível pra pensar nos direitos e deveres.

    Voltar a jogar, em um ambiente aberto, com todos os testes prévios e cuidados necessários, é algo pra daqui a pouco mesmo e não adianta romantizar esse momento pq é obvio que nada será como antes por um bom tempo. A questão principal é de adaptação.

  2. Tambem achei muito chato a volta da Bundesliga sem a presença do publico. Mas foi melhor voltar do que ficarmos sem futebol. Acho que aqui vai acabar acontecendo a mesma coisa. Mais uma vez agradeço à China por exportar o tal virus e virar o mundo de cabeça pra baixo.

  3. Uma coisa é a volta na Bundesliga, quando os casos lá começaram a diminuir, tudo de forma organizada e todos ao mesmo tempo!
    Outra é querer fazer loucura aqui, onde o número de mortes é contaminação só cresce, não há organização alguma, time desrespeitando regras e voltando a treinar… Não existe aenor condição do futebol brasileiro voltar agora!
    Nem a população vem sendo testada da forma que deveria, aí ainda vamos gastar muito disso privilegiando mais ainda jogadores de futebol de elite e suas famílias, além do salário imenso que já recebem, não tem lógica alguma!
    Pior, querem voltar ainda jogando campeonato estadual, onde times pequenos não tem a mínima condição de dar estrutura adequada de organização médica para todos os jogadores.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!