São Paulo registra proposta de renovação para Fabinho na FPF e mantém prioridade da 1a renovação contratual e não perder atleta de graça; entenda

Na última quinta-feira, o São Paulo registrou na Federação Paulista de Futebol (FPF) uma proposta de renovação de contrato para o atacante Fabinho, destaque nas categorias de base e que possui vínculo com o clube até o fim de junho de 2020. O novo acordo seria válido por três temporadas e foi enviado ao atleta por WhatsApp, por conta da pandemia de covid-19.

Na proposta, o Tricolor ofereceu R$ 25 mil por mês ao atacante no primeiro ano de contrato, R$ 35 mil no segundo e R$ 45 mil no terceiro e último. O São Paulo também estabeleceu uma multa rescisória de R$ 70 milhões caso o jogador se transfira para um clube do Brasil e outra de 20 milhões de euros (cerca de R$ 125 milhões na cotação atual) caso o atleta seja contratado por um clube do exterior.

O registro da proposta na FPF tem como objetivo fazer valer a prioridade na primeira renovação contratual. A proposta foi feita e enviada pelo Alexandre Pássaro, gerente executivo de futebol do São Paulo.

Fabinho é uma das maiores promessas do Tricolor hoje. O jogador de 20 anos conquistou a Copa do Brasil sub-20 em 2018 e a Copa São Paulo em 2019 pelo clube do Morumbi. Em 2020, estreou profissionalmente na derrota por 1 a 0 para o Botafogo-SP, no Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva

5 comentários

  1. acho um jogador muito limitado . Volto a repetir : os destaques da base são os 2 laterais : Sena e Wellington . Sem contar que o grande talento da base se chama Pedrinho que é meia .

  2. Concordo que o Fabinho seja limitado mas gosto muito da disposição dele. É um jogador brigador, guerreiro, importante ter no time jogadores assim também. Torço para o sucesso dele!

    Imagina ter um time cheio de Patos, Shaylons, Helinhos, etc….muita técnica e pouca disposição!

    Tem que ter jogadores que dão o sangue também.

    • Prefiro ter no time um Fabinho (limitado, brigador, jovem, “barato”) do que ter no time um Trellez (limitado, brigador, 30 anos, caro)

  3. Só uma pergunta… Se outro clube fizer uma proposta de 100 mil por mês ao Fabinho o SP teria que cobrir para continuar com o atleta?
    Então vejamos, supondo que essa oferta de outro clube surja e o SP não cubra, o Fabinho sairia de graça, então pode perder sim de graça o atleta…
    Alguém com saber jurídico poderia comentar?

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!