“Filosofia São Paulo”, a proposta de Dani Alves para reconstrução do futebol do São Paulo; veja

O camisa 10 são-paulino, Daniel Alves, participou do ‘Jogo Aberto’ da TV Bandeirantes e fez algumas revelações sobre conversa com o Fernando Diniz em Paris, além de falar sobre tentativa de implementar ‘filosofia São Paulo’.

Daniel Alves fez revelação de conversa com Diniz antes dos mesmos se encontrarem no São Paulo: “Foi o que eu falei para o Diniz quando o conheci, em Paris. Falei: “Ok, você é o melhor treinador do Brasil, sigo pensando até hoje, mas você não encontrou as peças que façam de você o melhor treinador do Brasil. Porque não vale você ter só o conceito e ideias se atrás não tem as pessoas que executem bem para poder ganhar. Porque o Diniz praticava a maior posse de bola, o maior domínio de jogo e não ganhava.

Eu falei:

“Não, você tem que mudar, precisa encontrar pessoas que façam seu trabalho ser valorizado e tenha essa importância que eu acredito que tenha”. E olha que eu nem sonhava em trabalhar com ele”.

Outra revelação do camisa 10 são-paulino foi sobre a ‘filosofia São Paulo’:

“Quando ele (Diniz) chegou, a primeira coisa que eu falei quando a gente se reuniu foi: “A gente precisa ganhar, a gente está no São Paulo, em um clube grande. Um clube que vive um momento de seca muito grande e a gente precisa salvar isso, mas sem perder a sua filosofia e sem eu perder a minha filosofia, porque eu sou ganhador, mas eu gosto de fazer meus companheiros desfrutarem, gosto de fazer o torcedor desfrutar, gosto de fazer meu clube ter a sensação de que esse é o clube que eu quero para mim”. Essa é a ideia quando eu tomei a decisão de vir para o São Paulo, implementar isso aqui. Se eu vou ganhar ou não, não sei, mas a minha ideia é criar junto aos meus companheiros, o estafe e com o próprio clube uma ideia de que essa é a filosofia São Paulo”.

Diniz chegou no São Paulo em setembro de 2019, ou seja, no fim da temporada, poucos meses depois de Daniel Alves que chegou no meio da temporada de 2019, logo após a disputa da Copa América. O treinador já balançou no cargo, mas foi bancado pela diretoria para 2020.

Blog do São Paulo

2 comentários

  1. Craque! Um prazer ter um cara que já venceu mais de 40 títulos na carreira. Tenho certeza que vai aumentar a prateleira de troféus no tricolor.

  2. Eu tenho fé que se mantivermos essa ideologia (desde as categorias de base), sem apressar as coisas, ainda colheremos bons frutos, conquistando títulos, vendendo jogadores por um preço justo. O primeiro passo foi dado, bancando o Diniz e sua filosofia mesmo em momentos turbulentos, o 2º passo está próximo: tirar a múmia decrépita e sua corja do poder para tentar renovar a administração do clube;

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!