💰 Top-5: as pratas da casa que mais renderam dinheiro ao São Paulo

Casemiro, Lucas Moura e Kaká são alguns dos grandes craques que foram formados em Cotia e ganharam destaque no futebol mundial. A revelação de talentos rendeu muito dinheiro aos cofres do clube nos últimos anos. A cada temporada, um novo jovem surge e desperta interesse dos grandes europeus.

A última negociação a ser concretizada foi a venda de Antony ao Ajax que pode se tornar a maior da história do clube. O Onefootball relembra essa e outras transferências de pratas da casa e mostra com as quais o São Paulo mais lucrou.

Confira!


5. Hernanes – 13,5 milhões de euros

Hernanes saiu em 2010 para a Lazio. Fez mais de 200 jogos em sua primeira passagem pelo tricolor e foi bicampeão brasileiro em 2007 e 2008. Retornou ao Morumbi, por empréstimo, em 2017 e, depois, permanentemente, em 2019, onde está até hoje. É titular e segue sendo um dos principais jogadores da equipe.

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images


4. Antony – 16 milhões de euros

Nome mais recente a ser negociado, Antony pode deixar nos cofres do clube até 29 milhões de euros, dependendo das metas cumpridas no Ajax. Assim, ele se tornaria a maior venda da história do São Paulo, levando em conta o atual valor do euro. Revelado em 2018, foi campeão da Taça São Paulo em 2019 e depois firmou-se nos profissionais com destaque.

Tem 52 jogos e 6 gols marcados pelo tricolor paulista. Devido aos reflexos da crise do coronavírus, o jogador pode permanecer mais tempo do que o previso. Sua despedida estava marcada para o meio do ano.

Foto: Miguel Schincariol/Getty Images


3. David Neres – 22 milhões de euros

Fez poucos jogos pelo São Paulo (foram apenas oito), mas encantou a torcida com seus dribles e jogadas de velocidade logo quando surgiu em 2016. Destaque hoje do Ajax, foi negociado no início de 2017 por 15 milhões de euros. Na época, o tricolor manteve 20% do passe do atleta e acabou embolsando mais 7 milhões de euros posteriormente em negociação fechada no último mês de fevereiro.

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images


2. Denílson – 31,5 milhões de euros

Na segunda colocação, Denílson saiu do tricolor paulista para o Real Betis em 1998 por mais de 31 milhões de euros. Na época, o valor era surreal para os padrões do futebol brasileiro. Tanto que, mesmo mais de 20 anos depois, ele segue figurando na lista das maiores transferências da história do futebol brasileiro. Denílson fez 187 jogos pelo São Paulo.

Foto: Maria Hippenmeyer/AFP via Getty Images


1. Lucas Moura – 43 milhões de euros

A venda de Lucas para o Paris Saint-Germain foi, por algum tempo, a maior da história do Brasil. Um dos primeiros grandes investimentos do Catar no clube francês, o jogador custou 40 milhões de euros em 2013. Pelo tricolor paulista, o atacante fez 128 jogos e marcou 33 gols. Foi campeão da Sul Americana em 2012.

Atualmente, é destaque do Tottenham. Relembre em vídeo os três gols marcados por Lucas na semifinal da Champions League contra o Ajax.Le triplé incroyable de Lucas Moura contre l’Ajax en 2019Volume 90% 


Foto de destaque: Martin Bernetti/AFP via Getty Images

OneFootball

Um comentário

  1. Tá bem errado isso aí.

    Primeiro por ignorar correção monetária e segundo pq essas são as maiores vendas, oq é muito diferente de mais render dinheiro.

    O Júlio Baptista por exemplo rendeu muito mais dinheiro que o Antony se somarmos os valores do mecanismo de solidariedade da Fifa

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!