Rogério Ceni cutuca diretoria do São Paulo e elogia Fernando Diniz: “Trabalho excepcional e fantástico”

Nesta segunda-feira (04), o canal Arnaldo e Tironi, mantido pelos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi no Youtube, publicou uma entrevista com Rogério Ceni. Atual treinador do Fortaleza e ídolo do São Paulo, o profissional relembrou a passagem dele como técnico do SPFC. O M1T0, como é carinhosamente chamado pelos são-paulinos, também rasgou elogios a Fernando Diniz, atual técnico da equipe do Morumbi.

A entrevista começa com Arnaldo Tironi perguntando se Rogério Ceni faria algo diferente na passagem que teve como técnico do São Paulo. “Eu acho que não. Comecei pelo time que trabalhei a minha carreira inteira, que eu gosto, que eu tenho um carinho muito grande. Foi uma grande oportunidade. As coisas não aconteceram da maneira esperada devido a vários problemas, não pela minha inexperiência como treinador. Foi uma experiência válida. A vinda para o Fortaleza foi muito bacana. Descubro coisas novas a cada dia”, declarou.

Perguntado sobre arrependimentos pela escolha de começar sua carreira no SPFC, Rogério Ceni não titubeou. Aproveitou para, novamente, cutucar a atual diretoria são-paulina. “Faria de novo, com certeza. Tentaria manter os jogadores que tínhamos em janeiro de 2017, para que pudéssemos colher frutos. Ou a chegada de novos atletas. O próprio Hernanes chegou na semana seguinte a minha saída e poderia ter ajudado nos resultados”, destacou.

São Paulo atual

Mostrando conhecimento sobre o São Paulo de hoje em dia, Rogério Ceni elogiou a fase do clube. “O momento atual do São Paulo, desde 2019, é muito positivo. Vem apresentando um bom futebol. Teve um jogo atípico, a estreia contra o Flamengo, já que não dá para implementar em dois dias um estilo de jogo. Com a pré-temporada, o time vem mostrando um futebol mais coeso e firme. É um time com muita qualidade técnica individual. Daniel Alves e Hernanes exemplificam muito bem isso. Ainda tem Pablo, Alexandre Pato, Igor Gomes, Antony… jogadores que decidem individualmente, mas com um conjunto muito bom. Vejo um time mais objetivo, que chega mais rápido ao gol adversário”, afirmou.

Sobre o atual comandante, uma enxurrada de elogios. “Trabalho do Diniz é excepcional, fantástico. É um ótimo treinador, tem uma visão limpa e cristalina do futebol. O resultado final é primário para a continuidade do trabalho, mas quando um treinador vê o time jogando exatamente como treina, é algo extremamente satisfatório”, finalizou Rogério Ceni.

Torcedores.com

SAO PAULO, BRAZIL – JUNE 25: Rogerio Ceni, head coach of Sao Pauloi enters the field before during the match between Sao Paulo and Fluminense for the Brasileirao Series A 2017 at Morumbi Stadium on June 25, 2017 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

5 comentários

    • É ridículo colocar posições políticas acima do senso profissional. Se o Raí tiver que ser demitido, que seja por motivos técnicos e não por posição política. Sobre ele ter entrado no assunto “política” enquanto dando entrevista em nome do SP, bom aí é outro fórum. Uns concordam, outros discordam (meu caso). Mas demissão por conta disso é inaceitável.

      Quer dizer que se o Fernando Diniz criticar o presidente e o Lula tuitar dando apoio, vão pedir a cabeça dele também? Isso é patético! Esses caras colocam o ego acima da instituição.

      • Essa comparação com o Diniz não faz o menor sentido. Diniz é funcionário do clube, Raí é diretor, fala pela instituição.
        A questão não é ser demitido por posição política ou não, a questão é: desrespeitou o estatuto? Existe previsão de demissão nesse caso? Se a resposta for positiva ele deve ser demitido assim como qualquer outro que desrespeite o estatuto. Agora se estão inventando esse previsão apenas para demitir o Raí por suas posições políticas é de fato um erro.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!