Se Raí não me demitiu, não sei o que está fazendo lá, diz Aguirre

Treinador do Al-Rayyan (QAT), Diego Aguirre se disse injustiçado em sua passagem pelo São Paulo, que teve um fim repentino há um ano e meio. O técnico uruguaio foi demitido na reta final de uma boa campanha no Campeonato Brasileiro de 2018. Apesar da decepção, ele acredita que fez um bom trabalho no clube paulista.

“Futebol tem momentos difíceis. Às vezes, injustos. Às vezes, não dá para entender. Mas fico tranquilo com o trabalho que fizemos. O São Paulo estava muito mal quando chegamos e o objetivo era chegar à Copa Libertadores, o que nós conseguimos. Mas, acho que a expectativa aumentou muito e já não era mais alcançar o nosso objetivo inicial. Então eu acabei sendo demitido. Me mandaram embora, fiquei surpreso, obviamente, mas faz parte do futebol. As coisas ficam onde têm que ficar. A bola pune e acontecem coisas depois que fazem o trabalho ser valorizado. Mas estou muito tranquilo em relação ao trabalho que eu fiz lá”, declarou em entrevista ao Bola da Vez, da ESPN Brasil.

Desde sua demissão, Aguirre não deu muitas entrevistas. O treinador explicou que ficou machucado com a demissão e preferiu esperar para falar sobre o tema sem se arrepender. “Preferi não falar no momento porque estava ferido, estava mal, estava bravo e poderia falar coisas de que me arrependeria no futuro. Agora, as coisas ruins, a gente esquece e fica com as lembranças boas. Fiz muitos amigos e fizemos um bom trabalho. Tenho muitas coisas para lembrar”, complementou.

Relação com a torcida do São Paulo Aguirre ainda falou da empatia da torcida são-paulina. Na opinião do treinador, os torcedores ficaram tão surpresos quanto ele com a demissão. “Eu percebo um carinho da torcida nas redes sociais. Eles também ficaram surpresos com o que aconteceu. […] Eu fui demitido depois de um empate contra o Corinthians no estádio deles, o que não é um resultado tão ruim. Foi ruim para a competição, mas eu fiquei muito surpreso também”, continuou.

Relação com a diretoria do São Paulo Diego Aguirre ainda falou de seu relacionamento com Raí, coordenador técnico do São Paulo. O treinador acredita que a decisão da demissão deve ter sido do ídolo são-paulino e questiona seu papel dentro do clube caso a decisão tenha partido de outra pessoa. “O relacionamento com o Raí era muito bom, mas não entendi o final. Não entendi quem tomou a decisão final. Se ele tomou a decisão, respeito. Se ele não tomou a decisão, não sei o que está fazendo lá”, opinou.

Para Aguirre, se o diretor de relações institucionais do São Paulo, Diego Lugano, estivesse na capital paulista no dia de sua demissão, ele não teria saído do clube. “Lugano não estava de acordo com a decisão, até porque foi ele que me recomendou para o São Paulo. Ele estava em Buenos Aires no dia da minha demissão. Se ele estivesse em São Paulo, eu não seria demitido”, completou.

UOL

13 comentários

  1. O título da matéria dá a entender que o Aguirre afirmou isso, e qdo você lê a decldeclaração toda, ele não afirma, ele cria a dúvida.
    Caça às bruxas?

  2. Exatamente! Pra cada acerto do Raí, tem umas três falhas bisonhas!! Raí está acabando com o SPFC, devido a sua total incompetência como dirigente, até porque não tem personalidade nenhuma, para impor respeito frente aos jogadores, com esse de querer ser amigo dos jogadores e essa fala mansa o tempo todo, além de não aparecer na hora que o bicho pega, ou seja, um frouxo!!!!!

  3. Como jogador nota 10(obrigado por tudo,até porque foi bem pago por isso, não jogou de graça) mas, como dirigente uma lástima!!

  4. E obviamente, não posso deixar de citar mais dois abutres: Pássaro e o pior presidente da história do SPFC, esse idiota do Leco!!!

  5. O Diego Aguirre fez um bom trabalho e resgatou o clube do fundo do poço. O Bauza também. Se o futebol não foi vistoso, pelo menos foram mais efetivos.

  6. # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco # fora Leco #fora Leco #fora Leco

  7. Raí foi covarde e traíra, esperou o Lugano viajar para demitir o Aguirre, preferindo a panela forma por Rodrigo Caio, Nenê, Diego Souza entre outros que queriam derrubar o treinador.
    Não me espanta, se tratando do Rai e na gestão Leco.

  8. $165 milhões de déficit e o político Raí continua lá
    #foraRai
    #foraLeco
    Devolvam o meu SPFC
    🔴⚪️⚫️⭐️⭐️⭐️
    Vcs não me representam

  9. Raí está lá para lacrar e falar de politica!! Caio Ribeiro tem razão: deveria focar no futebol, onde aliás deixa muito a desejar

  10. Rai e um merda progressista que se disfarça de dirigente fracassado no SÃO PAULO !Esse merda foi ídolo como jogador ,mas como politico dirigente e um otário vendido ao sistema !As suas negociações são sempre duvidosas e na maioria das vezes e para lacrar junto a parte da torcida modinha de tricolores!

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!