CA-TAS-TRÓ-FI-CO! Com R$ 156 MILHÕES de déficit, São Paulo de Leco, Pássaro, Raí e cia, apresentam Balanço de 2019

O São Paulo divulgou nesta quinta-feira o seu balanço de 2019 – os clubes brasileiros tinham até esta data para tornar público este documento. Como se sabe, houve déficit de R$ 156 milhões no período.

Na demonstração, a diretoria são-paulina explica que aproximadamente metade deste déficit se refere a acordos que encerram antigas disputas judiciais: com atletas que passaram pelo Tricolor e entraram na Justiça cobrando direitos trabalhistas (principalmente direito de arena), com a CET e com os empresários que ajudaram na compra de Ricardinho no início dos anos 2000.

As três grandes dívidas antigas assumidas pelo São Paulo em 2019:

CET (serviços prestados de 2006 a 2018): R$ 25,7 milhões a serem pagos em 180 parcelas mensais
Compra de Ricardinho: R$ 25,7 milhões em valores atualizados
Dívidas com atletas: R$ 37,4 milhões

Se não tivesse feito todos estes acordos, o São Paulo fecharia o exercício de 2019 com um déficit consideravelmente menor (embora as dívidas tenham sido parceladas e os prazos para pagamento superem 30 meses, o valor cheio é lançado no balanço). No entanto, a diretoria explica que preferiu se antecipar para facilitar o trabalho de gestões futuras:

“Visando melhorar a previsibilidade de caixa e pacificar as demandas jurídicas, o Clube iniciou acordos visando finalizar processos movidos por atletas profissionais, investidores e órgãos da administração pública, os quais, caso as demandas fossem prolongadas causariam desencaixes volumosos para o Clube em exercícios posteriores. Tais acordos contribuíram para o aumento da despesa com contingências de 2019 em R$ 81 milhões, mas com prazos finais de pagamento superiores a 30 meses”, diz o relatório assinado pelo presidente Leco.

O restante do déficit se explica pelo arrecadação de valor abaixo do esperado com negociações de atletas em 2019 (R$ 97,1 milhões entraram nos cofres do clube, sendo que as maiores vendas foram as de Morato para o Benfica e Rodrigo Caio para o Flamengo) e pelas participações decepcionantes na Libertadores e na Copa do Brasil.

Lance!

15 comentários

  1. Cara, essas dívidas com atletas que passaram.pelo clube são fogo… toda hora tem um jogador pedindo 1 “milhãozinho”. Não há clube que aguente isso.

  2. Pergunta pro falastrão do Raí agora o que ele acha da gestão tenebrosa que vem fazendo. Quem fala besteira por aí tem que se garantir, é um dos piores dirigentes que já passaram pelo São Paulo (se não for o pior), está no mesmo nível do Leco. A única boa notícia é que essa turma incompetente em breve se afastará do tricolor, uma pena que nos deixará com um rombo gigantesco, vai levar muito tempo pra organizar essa bagunça deixado por Raí e Leco.

  3. Esse valor já era sabido. Então qual é o espanto ou a bronca? Que a coisa tá preta todo mundo sabe. O problema é que quando há um sinal de melhora vem essa pandemia pra atrapalhar.

  4. gue ronbo é esse cara tomara gue cazares ganhe mesmo porque si o março Aurélio Cunha ganhasse o Raí e pássaro continuaria fazendo as mesma merda gue fazem gastando dinheiro com trellez e Diego Souza fora Raí fora pássaro

  5. Os tres patetas saem muito bem em fotos, so nao sabem gerenciar um time ou melhor um clube como o Sao Paulo. Para mim poderiam sair agora.

  6. Rai continua ídolo, mas sinceramente se eu for ai no Brazil e ver ele na rua, irei tratar como qualquer um que passa na rua e nem conversarei. Respeito sua trajetória no clube, mas suas atitudes realmente mostra que é só mais um no meio de tantos que querem interesse. Pelo menos é essa impressão que tenho dele.

  7. Gostaria de saber como estão as finanças pessoais de cada um, principalmente do verme do presidente. Porque ninguém se interessa por isso?

  8. Não quero nem pensar no balanço deste ano.

    Será que vão vender o time de futebol para algum milionário chinês?

    A China é a solução para os problemas do mundo, exemplo de democracia, liberdades individuais e combate ao covid-19 né Sr. Raí?

    A solução vai ser vender metade dos jogadores que tem mercado na Europa a preço de banana pra tentar amenizar o déficit de 2020.

    Sem futebol, sem pessoas trabalhando, todo mundo parado esperando o vírus parar de se propagar sozinho.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!