“Raí deixa demais a desejar como dirigente. Contratações são ruins” diz jornalista

Lembrado pela atuação em campo na vitória do São Paulo diante do Barcelona na conquista de se primeiro título mundial, exibido no último domingo (19) pela Band, Raí não tem o mesmo prestígio como dirigente do clube, que busca um título desde a conquista da Copa Sul-Americana de 2012, e teve uma série de contratações que não deram certo no período do atual executivo de futebol.

“Eu acho que o Raí deixa demais a desejar como dirigente. As contratações são ruins, dinheiro mal investido, o São Paulo botou muita grana no seu elenco, várias contratações furadas. A minha sensação, com todo o respeito, algumas contratações parecem coisa de quem não acompanha futebol”, afirma o jornalista

“Trellez, o dinheiro pago pelo Diego Souza, apostar em Diego Souza e Nenê ao mesmo tempo, o Jean, quanto custou um goleiro que já se sabia que era um goleiro jovem e um sujeito muito temperamental. O São Paulo praticamente não usou esse jogador, já emprestou. Quer dizer, foram várias contratações muito questionáveis. Algumas, você para e fala, será que essas pessoas realmente acompanham futebol? Porque realmente não dá”, completa Mauro.

O colunista do UOL também faz uma comparação ao período em que Juvenal Juvêncio era o diretor de futebol do São Paulo na gestão do presidente Marcelo Portugal Gouvêa e, com Cuca no cargo de técnico, montou o time que seria campeão da Libertadores e do Mundial, com nomes como os laterais Cicinho e Júnior, além do volante Josué, o meia Danilo e o atacante Grafite, trio que era comandado pelo treinador no Goiás em 2003.

“Eu digo Juvenal e Cuca porque foi o momento em que o Cuca trabalhou no São Paulo e buscou jogadores, o Juvenal era um dirigente muito astuto e que entendia mais de futebol do que a média. Foram lá e buscaram jogadores úteis, o São Paulo montou a partir dali com alguns outros atletas um time muito forte. Foi ali que tudo começou de um período hegemônico do São Paulo. Agora é o contrário, gasta-se muito dinheiro”, finaliza o jornalista.

UOL

13 comentários

  1. A Gestão Raí é mais ou menos.
    Mais pra mais do que pra menos.

    1) Contratou Daniel Alves, Juanfran, Hernanes, Pato, Tchê Tchê, Volpi.
    2) O São Paulo não ficou mais em zonas de rebaixamento.
    3) Revelou Anthony, Igor Gomes.
    4) Conquistou o primeiro turno do Brasileirão de 2018.
    5) Chegou a final do Paulista de 2019.
    6) Conseguiu classificar para a Libertadores de 2020.
    7) Em 2020 manteve o mesmo Técnico e o mesmo time.
    8) Em 2020 não perdeu clássicos.

    Quanto a contratação do Nenê, Diego Souza e Trellez.
    O que tem de problema nisso??
    Com o Mestre Tele Santana, o São Paulo tinha o Goiano, Jura, Valdeir, Matosas.
    Não dá para ter 22 Craques no time.
    Nem nos melhores momentos da história do São Paulo, o São Paulo tinha 22 Craques no Elenco.

    • Gestão Raí está bem aquém do que se esperava de um profissional na posição dele. Havia muita expectativa que foram transformadas em frustração. Trocou inúmeros treinadores, torrou muitos milhões em jogadores que o SP simplesmente não conseguiu vender por inexistência de valor de mercado.

      O que ele conseguiu pro SP, que dependia exclusivamente da competência dele como diretor, serve muito para um clube médio e pequeno mas é muito pouco pra um clube do tamanho do SP, que lucra o que o SP lucra e o quanto gastou nos últimos anos.

      Porém eu separo muito bem o Raí, ídolo do futebol, do Raí diretor. Sempre terá meu respeito.

  2. Começou muito mal, mas acho que melhorou com o tempo.

    Teve muitos erros, mas tem acertos. Temos revelações, temos um técnico que está fechado com o time(foi contra tudo e contra todos quando trouxe o FD)… Ainda não ganhou nada, mas parece estar no caminho certo.

    Até aí o Cuca trouxe o Maicossuel na última passagem. Todos tem erros e acertos. Ao meu ver o Cuca nem deveria ter sido contratado… Não dá pra trazer um técnico doente.

    Tem que ignorar a imprensa e fortalecer agora que estão jogando bem, futebol vistoso, aparentemente vamos ter bons resultados.

  3. Dentro da realidade financeira do São Paulo ele fez o que foi possível. Trouxe jogadores que foram bem em outros clubes, uns sentiram a camisa pesada e outros nos decepcionaram. Insistem em falar que foi erro trazer o Diego Souza que hoje é titular no badalado Grêmio. O flamenguista Mauro César está muito preocupado, pois sabe que o São Paulo vai atropelar o seu time de coração.

  4. Dificil avaliar o Rai, por si so. A gestao do Leco esta por tras de tudo.
    Prefiro falar da gestao como um todo. Ela teve contratacoes boas e outras ruins. Mas as boas foram de jogadores ja consagrados, de quem ja se tinha toda a referencia, e nem todos eles surtiram o efeito imaginado. Contratacoes de apostas, em geral, deu errado. E facil julgar um jogador de quem ja se tem referencia. Mas e muito mais dificil acertar em um cara que joga bem, mas ainda nao e conhecido. Ai entra o olho do perito.
    O problema e que, quando se resolveu investir alto, em jogadores conhecidos, nao houve estrutura para suportar isso. Foi irresponsavel e incompetente.

  5. Discordo e acho q o rai faz um trabalho muitp bom, estavamos brigando pra nao cair , ele arrumou a casa co tratou jogadores de peso como dani alves juanfran, pato, volpi, tche tche, manteve jogadpres da base quando todo mundo pwdiu pra nao vender mesmo estando co.m Time endividado e conseguiu manter porcentagens de jogadores vendidos a europa rendendo assim bastante dinheiro ao clube, falando de futebol ficamos em quinto no br de 2018 e liderando boa parte do camp, em 2019 fomos vice paulista sendo roubados na final e conseguimos vaga direta na liberta, entao o trabalho e bom sim e so vamos dar valor.quando ele sair…

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!