R$ 30 MILHÕES: Em meio a pandemia, SPFC fecha acordo em dívida por Ricardinho

O São Paulo homologou na Justiça o acordo com as empresas Time Traveler e Res Empreendimentos pela dívida da compra do meia Ricardinho do Corinthians em 2003.

O acerto, encaminhado pelo clube no final do ano passado, previa o pagamento de R$ 30 milhões em parcelas mensais variáveis entre R$ 685 mil e R$ 514 mil até 2023.

Mesmo com a crise financeira causada pela pandemia do coronavírus, as duas primeiras parcelas já foram quitadas.

UOL

2 comentários

  1. Foi injustiça o que fizeram com ele, a começar pelo tal de M1to, que faz uma panela por ganhar mais na época, tinha o apelido de trezentinho, uma pena pois senão tivesse feito isto, o SPFC teria ganho muitos títulos. Os jogadores tinHamilton medo dele, achavam por ser próximo do técnico Osvaldo de Oliveira, tinham receio dé que ele fosse de do duro.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!